Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

EM MT

Ações de monitoramento evitam incêndios florestais de grandes proporções

Publicados

em

As ações de monitoramento via satélite e o rápido atendimento prestado pelas equipes do Corpo de Bombeiros (CBMMT) evitaram que Mato Groso registrasse incêndios florestais de grandes proporções nos primeiros 19 dias do mês de julho, início do período proibitivo do uso de fogo no Estado.

Os dados constam na tabela de atendimentos do 1° e 2° ciclo operacional da Temporada de Incêndio Florestal (TIF2021), que vêm sendo acompanhados pelo Batalhão de Emergências Ambientais (BEA).

“Nessas ocorrências atendidas pelos nossos militares, todos os incêndios foram extintos, ou seja, foram totalmente apagados. Até o momento, não tivemos nenhuma ocorrência de grandes incêndios florestais, apenas de pequeno e médio porte. Quando identificamos algum incêndio, através do nosso monitoramento via satélite ou quando somos acionados pelo 193, nossas equipes são rapidamente encaminhadas para o local, ação imediata para apagar o fogo e evitar que se transforme em grandes proporções”, explicou da comandante do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), tenente coronel Jusciery Rodrigues Marques.

A comandante destacou ainda que o CBM conta com apoio de pessoas qualificadas, pois durante o período de preparação ao combate dos incêndios, “nós capacitamos mais de 3 mil pessoas em todo Estado” para atuar na primeira resposta e evitar que as chamas se alastrem.

Leia Também:  Médico renomado é barrado no Hospital São Matheus em Cuiabá, após pedido da presidente do TJMT

A tabela mostra o registro de 1.140 ocorrências de queimadas e incêndios florestais de pequeno e médio porte em todo Estado no período observado. Os militares atenderam um total de 207 ocorrências diretas de combate aos incêndios florestais e 450 ações de prevenção e monitoramento de áreas com risco eminente para propagação de fogo e 8 formações de brigada.

Os números detalhados mostram o quantitativo de atendimentos em cada uma das sete unidades regionais. O Comando Regional I (CR-I), em Cuiabá atendeu: (37) chamados de combate aos incêndios florestais e outras (108) ações de prevenção e monitoramento. O (CR-II), em Rondonópolis atendeu: (12) chamados de combate aos incêndios florestais e (9) ações de prevenção e monitoramento. Em Sinop, o (CR-III) atendeu: (52) chamados de combate aos incêndios florestais e (140) de prevenção e monitoramento e (4) formação de brigada. O (CR-IV) de Tangará da Serra atendeu: (28) de incêndio florestal, (13) prevenção e monitoramento (1) formação de brigada.

Ainda de acordo com os dados, o (CR-V) de Cáceres atendeu: (22) de incêndio florestal, (12) prevenção e monitoramento e (1) formação de brigada. O (CR-VI) de Barra de Garças atendeu: (19) de incêndio florestal, (59) prevenção e monitoramento e (1) formação de brigada. O (CR-VII) de Alta Floresta atendeu: (8) de incêndio florestal e (81) prevenção e monitoramento. O BEA registrou: (29) de incêndio florestal e (28) prevenção e monitoramento.

Leia Também:  Senador Marcos Rogério enaltece Wizard e detona CPI: “Nesta comissão há um gabinete paralelo de verdade que define as deliberações escondido”; VEJA VÍDEO

A totalidade de atendimentos na área urbana, no período de 1 a 19 julho, foram 464 ocorrências de combate aos incêndios em vegetação dentro ou próximas das cidades.

Ação Estratégica

Para fase resposta à Temporada de Incêndios Florestais e desmatamento ilegal o Governo de Mato Grosso disponibilizou R$ 73 milhões com investimentos em equipamentos, viaturas helicóptero para diversas ações de combate e proteção dos biomas mato-grossense.

Com este investimento, o CBMMT e demais forças que exercem as ações de combate e controle ao e incêndios florestais no Estado estão atentos com realização de ações de combate e seguem monitoramento constantemente para identificar áreas que estão sendo destruídas de forma irregular com uso do fogo em Mato Grosso.

Denúncias e atendimentos

Para atendimento das ocorrências de incêndios florestais, deve ser acionado o número 193 do Corpo de Bombeiros. Já em caso de denúncias de queimadas nas áreas rurais o cidadão deve entrar em contato pelo 0800 647 7363.

Queimadas urbanas devem ser denunciadas na prefeitura do município de ocorrência, nas secretarias municipais de meio ambiente ou defesa civil municipal.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Mato Grosso recebe 102.340 doses de vacinas contra a Covid-19 nesta sexta

Publicados

em

O Ministério da Saúde informou ao Estado o envio de 102.340 doses de vacinas para a imunização dos grupos prioritários da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19. Uma remessa chegará em Mato Grosso às 10h25 e outra às 15h35 desta sexta-feira (24.09) no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

Às 10h25 chegarão, por um voo da Azul, 41.500 doses da Astrazeneca. Para às 15h35 está prevista a chegada de 60.840 doses da Pfizer por um voo da Latam.

Os públicos para os quais serão destinadas essas doses ainda estão sendo definidos e serão divulgados por meio da resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que será disponibilizada neste link.

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalharão no recebimento das doses, na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes, no encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios.

Simultaneamente à operação logística, as equipes administrativas trabalham na resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB), colegiado que oficializa o quantitativo de doses a ser destinado para os 141 municípios.

Leia Também:  Projeto reforça papel do SUS em ações de saúde de caráter preventivo e precoce

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 4.374.456 doses de imunizantes contra a Covid-19 e aguarda a chegada da nova remessa.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA