Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

SOLIDARIEDADE

Primeira-dama Virginia Mendes prepara Bazar Vem Ser Mais Solidário para outubro

Publicados

em

Aproveitando o início da Primavera, as atividades do Bazar Vem Ser Mais Solidário foram retomadas e o evento já tem data para acontecer. Entre os dias 6 a 9 de outubro, das 9h às 19h, nas dependências do Palácio Paiaguás, milhares de peças novas e semi-novas estarão a venda por preços acessíveis.

Para reunir um estoque de qualidade e diversificado, a primeira-dama Virginia Mendes, que lidera voluntariamente a iniciativa, contou com a parceria de lojistas, marcas nacionais e internacionais, estilistas, grifes, além de diversos parceiros, que doaram as peças. A própria primeira-dama fez doações de centenas de itens do seu guarda-roupa para esse evento.

O Bazar Vem Ser Mais Solidário conta com roupas femininas, masculinas, infantis, calçados, bolsas e acessórios. Toda a renda arrecadada durante o evento será revertida para algumas das ações sociais desempenhadas de forma voluntária por Virginia Mendes.

Assim como na época em que Virginia organizou o evento na Prefeitura de Cuiabá, o Bazar Vem Ser Mais Solidário contará com a parceria de estilistas e grandes marcas como Gucci, Versace, Roberto Cavalli, Martha Medeiros, entre outras. Tudo a preços bem acessíveis.

Leia Também:  Mourão sobre protestos contra Bolsonaro: “Tem aglomeração do bem agora?”

A realização desse evento é um trabalho conjunto entre a primeira-dama e toda equipe de trabalho da Unidade de Ações Social e Atenção à Família (UNAF), dos amigos, parceiros e demais órgãos e Secretarias do Governo do Estado de Mato Grosso.

A entrada no Bazar Vem Ser Mais Solidário será controlada e seguirá todos os protocolos de segurança de controle do Covid-19.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

EXECUTIVO

Seduc libera contratações para professor, técnico e apoio administrativo

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) autorizou gestores das escolas estaduais a iniciarem a inserção das demandas de contratações de professores, técnicos e apoio administrativo educacional para o retorno das aulas na modalidade híbrida, no dia 3 de agosto, respeitando as vagas existentes na Portaria nº 619/2020/GS/SEDUC/MT. São servidores que participaram do Processo de Atribuição Simplificado (PAS/2021).

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, explica que os principais objetivos neste momento são a recuperação da aprendizagem dos estudantes e a segurança no ambiente escolar. “Teremos professores atuando com aulas de reforço, no contraturno, e vamos garantir a plena capacidade de funcionamento de todas as escolas com mais técnicos e apoio administrativo”.

O secretário informa, ainda, que as contratações serão feitas de acordo com a demanda de cada unidade escolar e com o diagnóstico sobre aprendizagem dos alunos.

A secretária-adjunta de Gestão de Pessoas da Seduc-MT, Flávia Emanuelle de Souza Soares explica que, quanto ao concurso edital 01/2017, o chamamento está em andamento por município. O prazo termina nesta sexta-feira (30.07). A próxima fase é o chamamento por polo para o total de 150 profissionais.

Leia Também:  Várzea Grande: Combate diário e prevenção no tratamento precoce da hanseníase

Já em relação aos profissionais que participaram do PAS/2021, a estimativa é de cerca de 4.700 contratações.

“Todas as escolas foram orientadas de como proceder para realizar as contratações que podem ser feitas nos casos que o quadro de profissionais não tenha sido preenchido ou que for necessária a substituição de servidores em afastamento por questões de saúde”, destaca a secretária.

Orientações

Nos casos de professores, técnicos e apoios administrativo que estejam em teletrabalho e, por motivo de saúde não possam retornar no dia 3 de agosto, os casos serão analisados individualmente quanto à necessidade de substituição.

Para a solicitação, serão necessários os seguintes dados do servidor para análise de liberação do cargo em substituição: nome, CPF, vínculo de matrícula, número do processo de autorização de teletrabalho devidamente autorizado pela NSSE e núcleo de assiduidade, além de cópia da carteira de vacina contra Covid-19.

“Todos os processos de teletrabalho precisam estar autorizados para que a substituição ocorra”, reforça Flávia Emanuelle.

Leia Também:  Bancos abrem de manhã na véspera do Natal
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA