Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

OBRA

Pinheiro vistoria obra no Pedra 90 e determina conclusão do trabalho

Publicados

em

 

Uma força-tarefa foi montada pela equipe de engenharia da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) para conclusão das obras de recapeamento, meio-fio e sinalização na Avenida Tatsumi Koga (Av. A), no bairro Pedra 90. Os trabalhos estão concentrados no entorno da rotatória na entrada, executando também o cortes de calçadas, a fim de permitir o mais o maior raio de giro de veículos de grande porte, como ônibus e caminhões.

Nesta quinta-feira (30), no intuito de fiscalizar o andamento da obra, o prefeito Emanuel Pinheiro esteve no local, acompanhado do vereador Orivaldo da Farmácia e do líder comunitário Edmirço Batista de Souza (Neno). De acordo com o chefe do Executivo, dentro de poucas semanas, deve ser concluído o trabalho na via, que interliga Distrito Industrial e o Pedra 90 e é considerada um importante corredor econômico.

“São 2,6 mil metros ligam o Distrito Industrial ao bairro Pedra 90, passando pelo Nova Esperança I e II, Jardim Industriário e abrangendo uma região extremamente populosa. Esta via é utilizada por milhares de trabalhadores e estava totalmente arrebentada. Determinei a requalificação completa da avenida com drenagem, meio-fio, calçada e recapeamento com asfalto de qualidade”, comenta Pinheiro.

Leia Também:  Prefeitura realiza leilão público online de bens móveis no dia 07 de agosto

No local, também são feitos retoques e pintura no meio-fio, consertos de boca de lobo e retirada dos abrigos de ônibus velhos e colocação dos novos ao longo da avenida, já com os moldes que foram contratados pela Prefeitura de Cuiabá e algumas intervenções diárias.

“Todo trabalho executado recebe a sinalização vertical. Nos próximos dias, a horizontal também será feita, de forma a orientar os motoristas sobre a movimentação no local. Os agentes de trânsito estão presentes para controlar e ajudar na fluidez do transito”, explicou a diretora de Engenharia da Semob, Adrielle Martins.

Outra melhoria que está sendo feita é a continuidade dos trabalhos de recapeamento da rotatória da Avenida das Torres, localizada bem na entrada do Pedra 90. Cabe ressaltar que, a equipe da Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos está no local, fazendo a limpeza das calçadas e pintura do meio-fio. “Essa é uma região da Capital com registro de muitos acidentes. Por isso que, além das obras de infraestrutura, estamos analisando que tipo de instrumento de controle poderá ser implantado”, explicou Adrielle.

Leia Também:  Selo Escola Transparente será entregue de forma virtual neste ano

“Essa é mais uma obra sob a responsabilidade da Secretaria de Mobilidade Urbana, sendo esse um sonho antigo dos moradores dessa região bem populosa da Capital. O prefeito Emanuel Pinheiro determinou todo empenho da equipe para que a obra seja entregue o mais brevemente para a população”, disse o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo.

 

  

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

EXECUTIVO

Governo de Mato Grosso contesta declaração do deputado Elizeu Nascimento

Publicados

em

Por

Por meio de nota oficial o Governo do Estado de Mato Grosso reagiu à declarações feitas pelo deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) à respeito da reforma promovida pela Secretaria de Saúde no Hospital Regional de Barra do Bugres.

Em matéria divulgada à Imprensa, nesta segunda-feira (03), o parlamentar acusa o Estado de ter deixado a população da cidade de Barra do Bugres, distante 175 quilômetros de Cuiabá, sem atendimento médico por ocasião de uma reforma no Hospital Regional, que também atende outros nove municípios da região.

No entanto, na mesma matéria o deputado afirma que não foram interrompidos os atendimentos de urgências e emergências e, ainda, os casos de alta e média complexidade estariam sendo encaminhados para hospitais de outros municípios e de Cuiabá.

Em nota, o Governo do Estado lamentou a forma como o parlamentar tratou a questão do Hospital Regional de Barra do Bugres. “Ao invés de dizer a verdade, o deputado prefere fazer sensacionalismo com um assunto tão importante que é a Saúde Pública”, diz a nota divulgada à Imprensa.

O anúncio da obra foi feito pelo governador Mauro Mendes (DEM) em 25 de maio, após reunião com o o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo; e os prefeitos Raimundo Nonato (Barra do Bugres), Eliane Lins (Denise) e Rafael Machado (Campo Novo do Parecis).

Leia Também:  Secretaria da Transparência aponta necessidade de ampliar participação durante pandemia

à época, o secretário de Estado da Saúde disse que o que o Estado faria naquele momento era o planejamento de como fazer esse investimento na modernização. “Não vamos paralisar as atividades. Nossa equipe vai fazer o projeto junto com o Consórcio para tornar o hospital mais moderno, no nível de requinte que estamos fazendo nos demais hospitais do Governo do Estado”, reforçou Figueiredo.

O texto do governo reforça que o Hospital Regional de Barra do Bugres não será desativado como disse o deputado.  A unidade que era administrada pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde voltou para o Estado, que decidiu fazer uma reforma total no prédio, que passará por uma ampla modernização de toda a estrutura hospitalar, justifica o texto oficial.

Ainda der acordo com o governo, ao contrário do que o deputado diz, a interrupção temporária no atendimento é porque a Secretaria de Saúde fará um investimento na unidade na ordem de R$ 3 milhões, para que a população da região possa receber um atendimento digno e de qualidade, como a exemplo do que está acontecendo em outras regiões do Estado.

Leia Também:  Parque das Águas recebe trabalho de sinalização horizontal na ciclofaixa

A nota segue afirmando que o deputado Elizeu Nascimento não fala é que Estado irá repassar recursos financeiros para as prefeituras  de Tangará da Serra, Sapezal, Campo Novo do Parecis, Nova Marilândia, Santo Afonso, Arenápolis, Denise, Nortelândia e Porto Estrela e, assim, subsidiar os serviços médicos que eram prestados pelo Hospital, durante a reforma, não deixando a população desguarnecida.

Todo o trabalho de retomada da unidade pelo Estado, das negociações para garantir o atendimento à população e da reforma do Hospital foram tratados pelo Governo de Mato Grosso, deputados estaduais da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, deputados federais e pelos prefeitos da região. Infelizmente, o deputado Elizeu, por não participar de nenhuma reunião ou nem mesmo buscar se informar das ações já adotadas, prefere a opção de propagar inverdades e causar terrorismo na população, conclui o governo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA