Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

SAÚDE

Mauro deve comprar 1,5 milhão de doses de vacina nesta sexta-feira

Publicados

em

O governador Mauro Mendes (DEM) revelou há pouco que conseguiu encaminhar um acordo com um laboratório internacional para compra de 1,5 milhão de doses de vacina contra o novo coronavírus. Ele aguarda agora um aval do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para fechar a compra já nesta sexta-feira (18).

Mauro não quis revelar o nome do laboratório, como forma de garantir que não seja ‘atravessado’ por outro interessado e perca a oportunidade de compra. Disse apenas que está “em estágio bem avançado de negociação para comprar vacinas que estão aí sendo usadas no mundo inteiro”.

A negociação com o ministro Pazuello é necessária para garantir que o governo federal não venha a ‘confiscar’ uma eventual carga de vacinas paga com recursos do Estado. Uma situação similar foi vivida no começo da pandemia, envolvendo respiradores de vários estados, o que chegou a descambar para uma disputa judicial resolvida no Supremo Tribunal Federal (STF).

“Estou tentando hoje contato com o ministro para dizer que conseguimos, estamos em tratativas aí razoavelmente avançadas para Mato Grosso comprar 1,5 milhão de vacinas. Eu tenho dito isso a vocês, nós estamos aí há mais de um mês correndo atrás, carta para lá e para cá. Agora, se for para eu comprar para ter que entregar [ao governo federal] e distribuir ao Brasil inteiro, não tem lógica”, disse.

Leia Também:  VG retoma serviço público e adota medidas para amenizar crise

Apesar de temer uma eventual requisição das vacinas, Mauro afirmou que também poderá ajudar o governo federal a adquirir novas doses por meio desse acordo. Disse ainda que poderá até mesmo entregar toda a carga para o Ministério da Saúde, desde que o pagamento seja feito pelo governo federal.

“Tem o seguinte: se alguém conseguir comprar e pode entregar, o governo federal paga e coloca no plano. Se for assim, não tem problema. Vamos colocar esse 1,5 milhão, mas ele paga. Eu não vou pagar para distribuir vacina para todos os brasileiros”, pontuou.

Por: Jornal Estadão Mato Grosso

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

EXECUTIVO

Governo de Mato Grosso debate novas medidas contra a covid-19 com Poderes e prefeitos

Publicados

em

O governador Mauro Mendes vai se reunir com representantes dos Poderes, instituições e com os prefeitos de Mato Grosso, via videoconferência, para alinhar novas medidas contra a covid-19.

As reuniões ocorrerão na manhã de segunda-feira (01.03) e visam a definição de diretrizes para frear o avanço da pandemia no estado.

“É uma situação que está me deixando muito preocupado e temos que tomar uma decisão diferente do que temos feito nos últimos meses. Lamentavelmente a pandemia está crescendo. O Governo abriu muitas UTIs nas últimas semanas, mas estamos no limite da capacidade de abrir UTI. Não há profissionais, não se consegue mais médicos e o aparato necessário para abrir UTI”, relatou o governador.

A primeira reunião ocorrerá a partir das 8h30, e contará com a participação de secretários de Estado, representantes do Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas, Ministério Público, Defensoria Pública e demais instituições.

Já a segunda reunião, prevista para 11h30, será com a Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) e com os prefeitos dos 141 municípios.

De acordo com Mauro Mendes, a capacidade de atendimento nas UTIs públicas e privadas em Mato Grosso já está se esgotando, realidade que já tem assolado vários outros estados.

Leia Também:  Após edição de MP, ministro da Saúde anuncia compra de 100 milhões de doses da Coronavac

Desta forma, segundo o gestor, é preciso que as lideranças públicas estaduais unam esforços para diminuir o contágio.

“A taxa de ocupação chegou a 80% e todo mundo está levando a vida como se nada estivesse acontecendo. Não podemos ter aglomerações. Termos que tomar medidas um pouco mais severas”, adiantou.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA