Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

ENCONTRO OFICIAL

Lucimar formaliza convite para Kalil promover agenda compartilhada

Futuro prefeito e equipe de transição terão gabinete e estrutura além de agenda em comum acordo com a prefeita Lucimar Sacre de Campos

Publicados

em

Atendendo um convite da prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, o prefeito eleito, Kalil Baracat, irá manter um gabinete na sede do Poder Executivo e também agendas em comum, para um maior entrosamento e para que a fluidez de documentos e da situação administrativa e financeira seja acompanhada (pari passu), simultaneamente pela equipe de transição, uma exigência dos órgãos de controle como Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE/MT), Ministério Público, Controladoria Geral, entre outros.

“Precisamos ofertar ao máximo as soluções de continuidade para Várzea Grande e sua gente, além de permitir que o prefeito Kalil Baracat e sua equipe de gestão possam assumir a partir de janeiro com o máximo de ritmo”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos, acompanhada pelo senador Jayme Campos, ao prefeito eleito, Kalil Baracat, no primeiro encontro oficial de ambos, após as eleições de domingo último quando o emedebista foi eleito com mais de 50 mil votos.

A prefeita de Várzea Grande assinalou que vai deixar muitas obras em andamento e pretende entregar muitas outras até o fim deste ano, “pois são compromissos assumidos por mim, mas também vou deixar uma situação financeira confortável, em que pese, dificuldades serem sempre inerentes à gestão pública, ou seja, aparecem constantemente e exigem criatividade por parte do gestor para fazer frente as adversidades como no caso da pandemia da COVID-19”, lembrou Lucimar Sacre de Campos.

Leia Também:  Governador e primeira-dama fazem entrega de carteira de identificação do autista nesta sexta-feira (16)

Ela assinalou para o prefeito eleito que é fundamental honrar os compromissos assumidos, mas desde que isto seja possível e contemple outras exigências do Poder Público que tem princípios constitucionais como a: legalidade, moralidade, impessoalidade, publicidade, eficiência, razoabilidade, proporcionalidade, ampla defesa, contraditório, segurança jurídica, motivação e supremacia do interesse público.

Kalil Baracat reafirmou seus compromissos com Várzea Grande e com sua gente, com sua família e com Deus. “Não decepcionarei. Garanto compromisso com a transparência, com a eficiência e com os resultados a serem obtidos nas obrigações do Poder Público. Aonde a gestão da prefeita Lucimar Sacre de Campos foi perfeita, eficiente, iremos manter para não deixar que esses objetivos sejam prejudicados e aonde for necessário melhorar, vamos nos empenhar e dedicar em dobro para atender a demanda”, disse Kalil Baracat, assinalando que o arco de alianças políticas que o apoiou vai se dedicar também.

“Temos problemas emergenciais como a água e o VLT que necessitam solução e não haverá descanso enquanto não solucionarmos eles ou minimizarmos os mesmos”, frisou Kalil Baracat que vai unir esforços com a prefeita Lucimar Sacre de Campos desde agora para já buscar a solução destes problemas. “Temos problemas que vão exigir muito de todos os atores envolvidos como os Governos Federal, de Mato Grosso, de Várzea Grande e de Cuiabá, por isso não podemos perder tempo e colocarmos em prática as medidas necessárias”, disse ele.

Leia Também:  Em seis meses 26 operações integradas atacaram facções criminosas

O senador Jayme Campos garantiu apoio redobrado para a gestão Kalil Baracat e para Várzea Grande assinalando que a continuidade de boas práticas e políticas será fundamental para consolidar o processo de desenvolvimento da cidade industrial. “Temos potencial para voltar a crescer de forma sustentável e com consistência, sendo que para isto necessitamos de pesados investimentos que fomentem a economia e permitam que Várzea Grande recupere sua posição de destaque e se desenvolva dentro da realidade econômica de Mato Grosso”, explicou Jayme Campos.

“Tenho convicção na gestão de Kalil Baracat, pois ele é comprometido com a cidade e com sua população. Para mim e para a Lucimar, Kalil Baracat fazendo um trabalho promissor, de respeito e de qualidade, é o que todos esperamos, pois acreditamos na cidade e na competência do futuro prefeito e da equipe que ele montar para lhe ajudar neste grande enfrentamento que será feito nestes próximos quatro anos”, sinalizou Jayme Campos.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

EXECUTIVO

“Virginia Mendes está construindo uma nova história de valorização e respeito aos indígenas”, afirma cacique Rony

Publicados

em

A primeira-dama do Estado de Mato Grosso, Virginia Mendes, esteve nesta terça-feira (01.12), pela terceira vez, na aldeia Wazare, no município de Campo Novo do Parecis, localizada a 390 km de Cuiabá. Ela entregou 500 cestas básicas, 500 cobertores e 300 brinquedos para as crianças da comunidade indígena local, incluindo 12 aldeias de três etnias (Haliti-Paresi, Manoki e Nambikwara).

A ação faz parte do programa “Vem Ser Mais Solidário”, que vai distribuir um total de 4 mil kits de alimentos, materiais de limpeza e higiene pessoal, contemplando ainda as comunidades indígenas de Juína e Campinápolis.

Os índios de Campo Novo do Parecis, da etnia Haliti-Paresi, receberam a primeira-dama, a sua filha Maria Luiza e uma comitiva de representantes do Governo do Estado. Na ocasião, elas participaram de cerimônias e se caracterizaram com vestimentas próprias para rituais de purificação e fortalecimento de fé.

“É com grande alegria que recebemos a primeira-dama do Estado pela terceira vez. Estamos muito contentes de poder acompanhar o trabalho que ela vem realizando para a comunidade indígena. Virginia Mendes está fazendo história em Mato Grosso, com tamanha valorização e respeito aos povos indígenas”, disse o cacique da aldeia Wazare, Roni Paresi.

A primeira-dama ressaltou a satisfação de poder retornar à aldeia Wazare. “Tenho um carinho especial pela comunidade indígena. Na aldeia Wazare sempre fui bem recebida. Os alimentos e brinquedos que doamos hoje são o mínimo que podemos fazer para esse público. Quero estreitar e fortalecer ainda mais as ações sociais em benefício dos nossos povos indígenas.”

Leia Também:  Prefeitos se manifestam com receio de perder receitas com a reforma tributária

A secretária de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho, que tem coordenado todas as iniciativas lideradas pela primeira-dama, declarou que intenção é oferecer as mesmas oportunidades para as comunidades indígenas.

“O Vem Ser Mais Solidário também chegou nas aldeias. E os nossos irmãos indígenas merecem o mesmo respeito e acesso às ações do Estado. A entrega de brinquedos para as crianças indígenas foi uma forma de dizer que os menores também são lembrados pelo governo”.

A pequena Maiara não escondia a felicidade de ter recebido uma Barbie como presente. Além do brinquedo, ela também recebeu uma sacola com chocolates e outras guloseimas. “Eu queria agradecer a primeira-dama pelo presente”, acrescentou Lara Marcela, outra criança atendida com as doações.

O prefeito do município, Rafael Machado, pontuou que as ações da primeira-dama têm beneficiado muitas comunidades indígenas. “É muito gratificante  tê-la aqui novamente, mostrando um carinho especial para os indígenas”.

Agnaldo Santos, superintendente de Assuntos Indígenas da Casa Civil, acrescentou que todas as ações são acompanhadas de perto por Virginia e pelo governador do Estado, Mauro Mendes. A previsão, segundo ele, é atender todos os 128 municípios que têm comunidades indígenas. “Vamos entregar mais de 25 mil cestas básicas para 43 etnias que abrigam cerca de 120 mil índios”.

Durante a visita da primeira-dama, as mulheres indígenas da aldeia Wazare apresentaram os trabalhos e as ações realizadas na comunidade. A esposa do cacique, Valdirene Paresi, destacou a importância da visita para estreitar o diálogo com o Governo do Estado.

Leia Também:  Entra em vigor lei que cria cadastro nacional de condenados por estupro

“Estávamos ansiosos pela vinda da primeira-dama. É uma oportunidade para que ela conheça os nossos projetos e para que possa nos apoiar nas iniciativas que planejamos para a comunidade. Como mulher ela tem essa sensibilidade e queremos que ela nos apoie em projetos de geração de renda para as mulheres”, afirmou a líder indígena.

Nesta primeira entrega participaram lideranças indígenas de 12 aldeias:  Wazare, Katyola, Salto da Mulher, Chapada Azul, Bakaval, Vale do Rio Papagaio, Quatro Cachoeiras, Marekua, Seringal, Sacre 2, Utiariti e Bakaioval. Também estavam presentes representantes de Coophanama, Cooparesi e Associações Wayamare e Halitina.

Outras doações

No dia 02 de dezembro, as doações beneficiarão os índios de Halataikwa, em Juína (a 742 km de Cuiabá). A agenda será finalizada na quinta-feira, 3 de dezembro, com as doações na Aldeia Santa Clara, em Campinápolis, (a 475 km da capital).

Vem Ser Mais Solidário

O “Vem Ser Mais Solidário” foi criado com o objetivo de amenizar o sofrimento das pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social. Iniciada em abril deste ano, a ação já realizou a distribuição de 330 mil cestas básicas, beneficiando mais de 1,7 milhão de pessoas carentes em todo Mato Grosso. O Governo do Estado, através do programa Mais MT, direcionou R$ 42 milhões em recursos para que a campanha seja permanente.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA