Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

CARROS E MOTOS

Pandemia fez acelerar a venda de motos no mundo

Publicados

em


source
moto
Divulgação

Apenas em agosto, a venda de motos avançou 29% na comparação com o mês anterior, conforme estudo da consultoria MotorCyclesData


A pandemia do novo coronavírus parece ter servido de impulso em todo o mundo para que muita gente adotasse o estilo de vida sobre duas rodas.


Na Europa, um levantamento realizado pela consultoria MotorCyclesData apontou que só em agosto a venda de motos avançou 29% na comparação com o mês anterior.

Isso contribuiu de maneira decisiva para um volume de 1.057.945 emplacamentos de motos no acumulado de 2020, anulando a retração do período de março a maior e praticamente igualando o desempenho do setor com o do mesmo período de 2019.

De acordo com a consultoria, esse volume é resultado direto do relaxamento das medidas de isolamento estabelecidas pelos países europeus, que geraram um aumento no continente pela procura de meios de transportes individuais .

Leia Também:  Sicredi e Sebrae lançam programa para acelerar o crescimento dos pequenos negócios

No Brasil

motoboy
Divulgação

Vendas de motos no Brasil ainda estão 20,8% abaixo do constatado em 2019, mas mercado segue em recuperação


Presidente da Abraciclo , associação que reúne os fabricantes de motocicletas no Brasil, Marcos Fermanian destaca que esse mesmo fator também ajuda a explicar o desempenho do setor no País.

Embora o patamar de vendas de motocicletas no acumulado de 2020 ainda esteja 20,8% abaixo do mesmo período do ano passado, o volume isolado de vendas em setembro (99.002 emplacamentos), segundo a Fenabrave, foi 13,6% maior do que o do mesmo mês de 2019.

Junto com os comerciais leves, as motos foram os únicos veículos que fecharam no azul o comparativo de vendas entre setembro deste ano e o mesmo mês de 2019. O que aponta que, no mercado brasileiro, a importância do fator geração de renda junto com a troca dos transportes coletivos por individuais.

Uma pesquisa recente da empresa de inteligência mobile RankMyAPP, apontou o crescimento de 300% no número de downloads de aplicativos de delivery voltados ao trabalho somente no mês de março, logo no início da pandemia no Brasil.

Leia Também:  Samsung promete lançar Galaxy mais poderoso do mundo neste mês; veja o vídeo

“Hoje a motocicleta é indicada para evitar a aglomeração natural no transporte público, representando um meio de transporte ágil, econômico e de baixo custo de manutenção. Também passou a ser um instrumento de trabalho e fonte de renda para as pessoas que passaram a atuar nos serviços de entrega”, destacou Fermanian em nota divulgada pela Abraciclo.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

iG Carros Podcast: novos SUVs médios estão chegando ao Brasil

Publicados

em


source
Jeep Compass 2022 é o ícone a ser batido entre os SUVs médios
Divulgação

Jeep Compass 2022 é o ícone a ser batido entre os SUVs médios

Todas as décadas têm um objeto de desejo absoluto. Nos anos 60, o sonho do seu avô provavelmente era ter um Aero Willys 2600. Já o período seguinte, o anos 70, ficou marcado por cupês esportivos como Chevrolet Opala e Maverick. Quem foi jovem em 1990 provavelmente gostaria de ter um importado, como Honda Civic, Volkswagen Golf ou o Chevrolet Calibra.

Após um período com domínio absoluto dos SUVs compactos , os modelos médios começam a ganhar mais espaço no mercado brasileiro. E 2021 promete ser um grande ano para a categoria. Este é o assunto do novo episódio do iG Carros Podcast, que você pode conferir abaixo:

Além de Toyota Corolla Cross e Jeep Compass , o ano ficará marcado por lançamentos de peso. O próximo será o Volkswagen Taos , que terá 4,46 metros de comprimento com 2,68 metros de entre-eixos, o mesmo que o sedã médio VW Jetta. 

VW Taos 2022 chega para decretar o fim das versões de cinco lugares do Tiguan
Divulgação

VW Taos 2022 chega para decretar o fim das versões de cinco lugares do Tiguan

As semelhanças com o Jetta não param por aí, o Taos herdou muitos detalhes do sedã como o desenho do interior, como comandos de ar condicionado e painel de instrumentos em TFT, que conta com cores customizáveis por meio da central multimídia VW Play.

Leia Também:  Escócia se torna primeiro país do mundo a oferecer absorventes de graça

Na parte mecânica, o Volkswagen Taos será equipado apenas com motor 1.4 TSI Flex, que rende até 150 cv e 25,5 kgfm de torque. No sistema de transmissão está incluído o câmbio automático de 6 marchas. Apesar do porte, o Taos pesa cerca de 1.400 kg, ou seja, seu peso é bem semelhante ao do hatch médio VW Golf, que também usava essa configuração.

Você viu?

Bronco Sport chega em maio para entrar na briga entre os SUVs médios, trazido do México
Divulgação

Bronco Sport chega em maio para entrar na briga entre os SUVs médios, trazido do México

Em seguida, virá o Ford Bronco Sport , com 4,38 metros de comprimento, 1,88 m de largura, 1,78 m de altura e 2,67 m de distância entre-eixos. Na comparação com o Jeep Compass nacional, que tem 4,41 m de comprimento, 1,81 m de largura, 1,63 m de altura e 2,63 m de entre-eixos, o Bronco é um pouco mais curto e alto.

O Bronco Sport terá motor 1.5 Turbo EcoBoost, que desenvolve 183 cv de potência, com câmbio automático de oito velocidades.

Citroën C5 Aircross é o aventureiro mais refinado da PSA; tem até versão hibrida na Europa
Divulgação

Citroën C5 Aircross é o aventureiro mais refinado da PSA; tem até versão hibrida na Europa

Ao menos na Argentina, a Citroën não esperou o fim da pandemia ou melhores condições de mercado para lançar o C5 Aircross . Ele chegou às concessionárias em julho, apenas na versão top de linha, pelo equivalente a R$ 250 mil. Por aqui, seu preço deverá ficar na mesma faixa do irmão Peugeot 3008, partindo de R$ 175 mil no modelo básico, chegando a R$ 210 mil na versão mais completa, em meados de 2021.

Leia Também:  Samsung promete lançar Galaxy mais poderoso do mundo neste mês; veja o vídeo

O C5 Aircross terá exatamente o mesmo conjunto do Peugeot 3008, contando com motor 1.6 turbo, de 165 cv de e 24,5 kgfm de torque a 1.400 rpm, sempre com câmbio automático de seis marchas.

Para finalizar a lista, no fim do ano teremos o novo SUV médio de sete lugares da Jeep , com motor 1.3 turbo flex de 185 cv de potência. De acordo com os executivos, o novo Jeep nacional será muito mais próximo de um Cherokee do que do Compass. Ele terá componentes da plataforma Small Wide 4×4 do SUV médio, mas ainda será um veículo totalmente independente na família Jeep.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA