Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

CARROS E MOTOS

Jeep Renegade fecha novembro na ponta do ranking dos SUVs

Publicados

em


source
Jeep Renegade Moab 2021
Divulgação

Jeep Renegade continua no alto da lista dos SUVs mais vendidos do Brasil e pode fechar 2020 como campeão de vendas



Novembro foi o melhor mês do ano para o mercado de carros novos e o Jeep Renegade foi o SUV mais procurado pelo público brasileiro no período. De acordo com números do Renavam divulgados pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), o modelo somou 6.453 emplacamentos.



Esse volume de vendas de novembro foi o melhor do Jeep Renegade no ano, permitindo que o modelo feito em Goiana (PE) superasse por uma margem de pouco mais de 100 unidades o concorrente Chevrolet Tracker , enquanto irmão maior Jeep Compass fechou o pódio do ranking de utlitários com 6.155 emplacamentos.

Em novembro, a categoria dos SUVs ficou mais uma vez com a maior fatia do mercado, concentrando 32,7% dos emplacamentos. A segunda colocação ficou com os chamados “Hatches Pequenos” (classificação que para a Fenabrave inclui carros como Chevrolet Onix e Hyundai HB20 ), com uma participação de 29,4%, enquanto os carros de “Entrada” (Renault Kwid e os Fiat Mobi e Uno) morderam um pedaço de 12,3% das vendas.

Leia Também:  Abril fecha com 3.005 reclamações junto ao Procon estadual

SUVs em 2020

VW T-Cross Sense
Divulgação

VW T-Cross Sense: versão para PCD impulsionou as vendas do SUV que continua como o mais vendido do ano até agora


No ano, a liderança ainda é do Volkswagen T-Cross , com um acumulado de 52.686 unidades. Boa parte delas da versão Sense, que é voltada para o público PCD e chegou inclusive a ter as vendas suspensas por conta da alta demanda. O SUV compacto da marca alemã encabeça a lista que traz também Jeep Renegade (48.988), Jeep Compass (45.997) e o Chevrolet Tracker (42.623).

No acumulado de 2020, a queda nas vendas é de 28,6%. Mas o mercado vem retomando nos últimos meses o rítmo de vendas. Em novembro, o segmento de automóveis e comerciais leves apresentou alta de 4,4% sobre outubro, com 214.265 unidades emplacadas, contra as 205.232 no mês anterior.

Os 10 SUVs mais vendidos do Brasil em novembro de 2020

1 – Jeep Renegade – 6.543 unidades
2 – Chevrolet Tracker – 6.427 unidades
3 – Jeep Compass – 6.155 unidades
4 – Volkswagen T-Cross – 5.562 unidades
5 – Hyundai Creta – 5.218 unidades
6 – Honda HR-V – 3.700 unidades
7 – Nissan Kicks – 3.429 unidades
8 – Volkswagen Nivus – 3.149 unidades
9 – Renault Duster – 2.618 unidades
10 – Ford EcoSport – 2.426 unidades

Leia Também:  Fabricantes estudam adiamento do ESP obrigatório para depois de 2022
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Raro Bugatti fica mais de 50 anos guardado e vai a leilão

Publicados

em


source
Bugatti
Divulgação

Bugatti Type 57S 1937: clássico foi o modelo mais veloz e exclusivo que o dinheiro podia comprar

No próximo dia 19 de fevereiro, um dos mais desejados modelos fabricados antes da Segunda Guerra Mundial, o Bugatti Type 57S , de 1937, vai ser leiloado. O clássico ficou guardado por mais de 50 anos e agora será colocado à venda pela tradicional casa de leilões Bohnams, segundo a qual o raro modelo teve como primeiro dono Robert Ropner, para quem o carro foi feito sob encomenda.

Desde 1969 o Bugatti ficou parado na loja de seu último dono, Bill Turnbull, que comprou o clássico do fundador da equipe de competição British Connaught Grand Prix, Rodney Clarke. Além disso Turnbull resolveu restaurar o conversível em uma oficina na Inglaterra. E o trabalho ficou completo antes dele falecer, no ano passado.

Leia Também:  Dólar fecha em R$ 5,37 e tem maior queda em uma semana

Entre outros detalhes, o chassi número 57503 é original e está em bom estado, o que o torna ainda mais desejado pelos colecionadores. Com quatro lugares, o esportivo vem com motor de 3.3 litros de cilindrada, com cabeçote de duplo comando de válvulas. Quando foi fabricado, no final dos anos 30, o Bugatti era o mais exclusivo e veloz modelo que o dinheiro podia comprar.

Você viu?

O exemplar que será leiloado será um dos únicos que foram fabricados com estrutura mais leve, feita para bater recorde de velocidade da época e participar de corridas, com chassi da série 57G . A pintura preta e o estofamento de cor clara estão em perfeitas condições. Além disso existem vários documentos que mostram a história do carro.

Por todas as características da raridade, um dos últimos exemplares guardados do período que antecede a Segunda Guerra Mundial, a casa de leilões Bonhams estima que o clássico da Bugatti seja arrematado por algo entre US$ 6,7 milhões e US$ 9,4 milhões (ou R$ 35 milhões e R$ 52 milhões, numa conversão simples).

Leia Também:  Nissan Kicks 2021 estreia com visual renovado no Estados Unidos
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA