Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

CARROS E MOTOS

iG Carros Podcast: novos SUVs médios estão chegando ao Brasil

Publicados

em


source
Jeep Compass 2022 é o ícone a ser batido entre os SUVs médios
Divulgação

Jeep Compass 2022 é o ícone a ser batido entre os SUVs médios

Todas as décadas têm um objeto de desejo absoluto. Nos anos 60, o sonho do seu avô provavelmente era ter um Aero Willys 2600. Já o período seguinte, o anos 70, ficou marcado por cupês esportivos como Chevrolet Opala e Maverick. Quem foi jovem em 1990 provavelmente gostaria de ter um importado, como Honda Civic, Volkswagen Golf ou o Chevrolet Calibra.

Após um período com domínio absoluto dos SUVs compactos , os modelos médios começam a ganhar mais espaço no mercado brasileiro. E 2021 promete ser um grande ano para a categoria. Este é o assunto do novo episódio do iG Carros Podcast, que você pode conferir abaixo:

Além de Toyota Corolla Cross e Jeep Compass , o ano ficará marcado por lançamentos de peso. O próximo será o Volkswagen Taos , que terá 4,46 metros de comprimento com 2,68 metros de entre-eixos, o mesmo que o sedã médio VW Jetta. 

VW Taos 2022 chega para decretar o fim das versões de cinco lugares do Tiguan
Divulgação

VW Taos 2022 chega para decretar o fim das versões de cinco lugares do Tiguan

As semelhanças com o Jetta não param por aí, o Taos herdou muitos detalhes do sedã como o desenho do interior, como comandos de ar condicionado e painel de instrumentos em TFT, que conta com cores customizáveis por meio da central multimídia VW Play.

Leia Também:  Saída da Ford não terá muito impacto na cadeia produtiva, avalia especialista

Na parte mecânica, o Volkswagen Taos será equipado apenas com motor 1.4 TSI Flex, que rende até 150 cv e 25,5 kgfm de torque. No sistema de transmissão está incluído o câmbio automático de 6 marchas. Apesar do porte, o Taos pesa cerca de 1.400 kg, ou seja, seu peso é bem semelhante ao do hatch médio VW Golf, que também usava essa configuração.

Você viu?

Bronco Sport chega em maio para entrar na briga entre os SUVs médios, trazido do México
Divulgação

Bronco Sport chega em maio para entrar na briga entre os SUVs médios, trazido do México

Em seguida, virá o Ford Bronco Sport , com 4,38 metros de comprimento, 1,88 m de largura, 1,78 m de altura e 2,67 m de distância entre-eixos. Na comparação com o Jeep Compass nacional, que tem 4,41 m de comprimento, 1,81 m de largura, 1,63 m de altura e 2,63 m de entre-eixos, o Bronco é um pouco mais curto e alto.

O Bronco Sport terá motor 1.5 Turbo EcoBoost, que desenvolve 183 cv de potência, com câmbio automático de oito velocidades.

Citroën C5 Aircross é o aventureiro mais refinado da PSA; tem até versão hibrida na Europa
Divulgação

Citroën C5 Aircross é o aventureiro mais refinado da PSA; tem até versão hibrida na Europa

Ao menos na Argentina, a Citroën não esperou o fim da pandemia ou melhores condições de mercado para lançar o C5 Aircross . Ele chegou às concessionárias em julho, apenas na versão top de linha, pelo equivalente a R$ 250 mil. Por aqui, seu preço deverá ficar na mesma faixa do irmão Peugeot 3008, partindo de R$ 175 mil no modelo básico, chegando a R$ 210 mil na versão mais completa, em meados de 2021.

Leia Também:  Novos profissionais técnicos chegam ao mercado com boas perspectivas de trabalho e renda

O C5 Aircross terá exatamente o mesmo conjunto do Peugeot 3008, contando com motor 1.6 turbo, de 165 cv de e 24,5 kgfm de torque a 1.400 rpm, sempre com câmbio automático de seis marchas.

Para finalizar a lista, no fim do ano teremos o novo SUV médio de sete lugares da Jeep , com motor 1.3 turbo flex de 185 cv de potência. De acordo com os executivos, o novo Jeep nacional será muito mais próximo de um Cherokee do que do Compass. Ele terá componentes da plataforma Small Wide 4×4 do SUV médio, mas ainda será um veículo totalmente independente na família Jeep.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Ford Ranger Black e Chevrolet Equinox:  picape é melhor que SUV médio?

Publicados

em


source
Ford Ranger Black e Chevrolet Equinox:  picape com pegada urbana tem porte maior e se mostra mais valente nos obstáculos
Cauê Lira

Ford Ranger Black e Chevrolet Equinox: picape com pegada urbana tem porte maior e se mostra mais valente nos obstáculos

Até que não foi má ideia da Ford em lançar uma versão da Ranger com apelo urbano, suspensão ajustada para manter a picape mais confortável, apenas com tração 4×2 e equipamentos geralmente encontrados em SUVs médios.

Estamos falando da versão Black, que faz parte da linha 2022 e tem preço sugerido de R$ 183.490. É apenas um pouco menos que os R$ 189.900 do Chevrolet Equinox Premier , recheado de itens de série. A seguir, vamos analisar os prós e contras de cada um deles.

De um lado, a Ranger Black pode enfrentar terrenos acidentados com valentia, tem sobra de espaço, força do motor turbodiesel e autonomia bem maior para viajar com a família (904 km na estrada, ante 605 km, pelo Inmetro).

Do outro, o Equinox é mais prático no dia a dia(pelo porte menor), tem um nível de sofisticação que a picape da Ford não tem e se mostra mais ágil, tanto nas acelerações quanto nas curvas, já que conta com relação entre peso e potência mais favorável (9,7 kg/cv ante 15,7 kg/cv).

Foto: Cauê Lira

Foto: Carlos Guimarães/iG

Foto: Carlos Guimarães/iG

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Leia Também:  RAM estuda lançar picape mais rápida do mundo no Brasil

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Andando na Ranger Black dá mesmo para notar que a Ford adotou um ajuste diferente da suspensão , que a faz passar fácil por qualquer valeta, buraco, ou qualquer outro obstáculo urbano, com distância livre do solo de 23,5 cv, ante apenas 16 cm do SUV Equinox , que costuma raspar a parte de baixo da frente até mesmo em algumas lombadas e rampas de acesso a condomínios e shoppings.

O problema é que a picape é mais difícil de manobrar e não cabe em qualquer vaga, embora venha com câmera de ré e sensores no para-choque traseiro.

O nível de ruído a bordo do Chevrolet Equinox é menor, ajudado pelo eficiente motor 1.5 turbo , movido apenas a gasolina, capaz de gerar 172 cv e bons 27,8 kgfm de torque a ainda baixos 2.500 rpm, que funciona com câmbio de seis marchas, assim como na Ranger .

Por sua vez, a picape tem um 2.2 turbodiesel , de 160 cv e respeitáveis 39,3 kgfm a meros 1.600 rpm. Com tração traseira, o Ford se sai bem em aclives e pisos escorregadios, mas exige cautela em trechos sinuosos, mesmo com controle eletrônico de estabilidade .

Você viu?

Se o assunto é agilidade , tanto no trânsito urbano quando na estrada, por ser bem mais leve (1.633 kg ante 2.032 kg), o Equinox transfere menos peso de um lado para o outro e se mostra mais fácil de ser controlado ao volante, inclusive na hora de frear. A maior leveza do GM ajuda a acelerar de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos, bem antes dos 15 segundos do Ford, conforme dados das fabricantes.

Portanto, se agilidade e uma dinâmica mais próxima do que pode ser chamar de esportivo é fundamental para você, o GM atende melhor. Entretanto, por ser uma picape média, a Ranger é mais valente em pisos irregulares sem deixar de ter certo conforto em viagens com asfalto liso com um pouco mais de economia de combustível. Pelo Inmetro, o Ford faz 9,3 km/l na cidade e 11,3 km/l da estrada de diesel, ante 9,1 km/l e 10,8 km/l de gasolina, respectivamente, do Chevrolet .

Embora tenham diferenças, os dois modelos vêm bem equipados. Entre os destaques do Ford há chamada de assistência de emergência , partida remota (pela chave), ar-condicionado bizone, mostrador digital e configurável no cluster, aplicativo capaz de destravar o carro (entre outras funções) e central multimídia com tela sensível ao toque compatível com Apple Car Play e Android Auto.

Leia Também:  Carro por assinatura da Fiat e Jeep tem planos a partir de R$ 1.350

No SUV da GM, há mais itens de segurança e sofisticação extra, como carregador do celular por indução , alerta de trafego cruzado traseiro, sistema de frenagem de emergência, freio de estacionamento elétrico, entre outros. Com 3,22 metros de entre-eixos (ante 2,73 m do GM), a picape da Ford leva cinco ocupantes com mais folga e pode carregar bagagem. Vão até 1.180 litros na caçamba , conta 468 litros no porta-malas do SUV, com direito até a abertura e fechamento automático da tampa.

Conclusão

Vai depender da necessidade de cada um para saber se é melhor escolher a picape ou o SUV . De qualquer forma, a versão Black da Ranger é interessante pela relação entre custo e benefício e por causa da pegada mais urbana, o que não é tão fácil de encontrar em modelo do segmento.

E o Equinox é um legítimo utilitário esportivo , bem equipado e com conjunto bem acertado. Só que, com a chegada do novo Compass turboflex e do VW Taos, no mês que vem, vai ficar mais apagado no terreno dos SUVs médios, pelo menos até receber mudanças mais significativas, o que está previsto apenas para 2022.

Fichas técnicas

Chevrolet Equinox Premier

Motor: 1.5, quatro cilindros, turbo, gasolina

Potência (cv): 172 a 5.600 rpm

Torque (kgfm): 28,8,7 a 2.500 rpm

Transmissão:  Automático, 6 marchas, tração integral

Suspensão:Independente (dianteira) e multibraço (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Dimensões: 4,65 m (comprimento) / 1,84 m (largura) / 1,70 m (altura), 2,73 m (entre-eixos)

Tanque : 56 litros

Caçamba: 468 litros

Consumo: 9,1 km/l (cidade) /10,8 km/l (estrada) com diesel

0 a 100 km/h: 9,2 segundos 

Vel. Max: 196 km/h

Ford Ranger Black 2.2

Motor: 2.2, quatro cilindros, diesel

Potência: 160 cv a 3.200 rpm

Torque: 39,3 kgfm a 1.600 rpm

Transmissão:  Automático, 6 marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) e eixo rígido (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Pneus: 265/65 R17 

Dimensões: 5,35 m (comprimento) / 1,86 m (largura) / 1,63 m (altura), 3,22 m (entre-eixos)

Tanque : 80 litros

Caçamba: 1.180 litros

Pneus: 225/60 R18 

Consumo: 9,6 km/l (cidade) /11,3 km/l (estrada) com diesel

0 a 100 km/h: 15 segundos 

Vel. Max: 164 km/h


Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA