Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

CARROS E MOTOS

GM confirma nova picape para brigar com a Fiat Toro

Publicados

em


source
projeção antecipa como deverá ficar a nova picape da GM que será feita em São Paulo para enfrentar Foat Toro e outras
Projeção /Kleber Silva

projeção antecipa como deverá ficar a nova picape da GM que será feita em São Paulo para enfrentar Foat Toro e outras

A GM confirma que vai fabricar uma nova picape em São Caetano do Sul (SP) como parte dos novos modelos que serão lançados a partir do investimento de R$ 10 bilhões, que foi retomado em janeiro último. Trata-se de um montante que será aplicado nas fábricas de São Paulo para produção de veículos da nova plataforma GEM, a mesma usada no Onix e Tracker.

Embora a GM não confirme, a nova picape que chegará ao mercado vai entrar no lugar da atual Montana , que ainda consta no site da marca no Brasil, em apenas na versão LS (R$ 78.790), ainda com a plataforma do hatch Agile, que era feito na Argentina, país que acaba de encerrar as vendas da picape leve.

Leia Também:  Twitter vai ser pago? Rede social confirma que estuda modelo de assinatura

Além disso, a nova picape da GM que será feita em São Caetano do Sul (SP) virá para entrar no próspero segmento do qual fazem parte da Fiat Toro e a Renault Oroch . A primeira recebeu uma série de mudanças no final do mês passado, entre as quais novo motor 1.3 turbo flex, nova central multimídia com internet a bordo e retoques o desenho.

A nova picape da GM também terá que enfrentar a Ford Maverick , que virá do México, com a mesma base do SUV Bronco Sport. Outra marca que está de olho no segmento é a VW, que deverá fabricar a picape Tarok baseada no protótipo apresentado no Salão do Automóvel, em novembro de 2018, mas cujo projeto está temporariamente suspenso por causa da crise desencadeada pela pandemia.

Fábrica será preparada em etapas

Fábrica da GM em São Caetano do Sul já vai começar a receber mudanças a partir das próximas semanas
Divulgação

Fábrica da GM em São Caetano do Sul já vai começar a receber mudanças a partir das próximas semanas

Para receber o futuro modelo da Chevrolet, a linha de montagem da fábrica de São Caetano do Sul será preparada em várias etapas, no intuito de minimizar os impactos na produtividade do complexo. A primeira fase está prevista para iniciar logo nas próximas semanas.

Leia Também:  Jeep confirma SUV de sete lugares e modelo híbrido no Brasil

Mas a linha de montagem vai receber ferramentais específicos, que precisarão ser instalados e devidamente implementados para iniciar a montagem do veículo inédito. Está prevista ainda uma completa readequação no fluxo fabril do complexo, além da capacitação dos empregados.

“Adicionar um produto totalmente novo numa linha de montagem ativa é sempre uma jornada complexa, principalmente diante dos desafios tecnológicos que o projeto impõe. Até por isso a preparação da fábrica será executada em diversos estágios, que levarão meses cada um deles”, calcula Luiz Carlos Peres, vice-presidente de Manufatura da GM América do Sul. Parte da produção do novo modelo será exportada para mercados estratégicos da GM na região.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Saiba como deixar o carro mais esperto nas arrancadas e retomadas

Publicados

em


source


Instalado no pedal do acelerador eletrônico dos carros mais modernos, o Sprint Booster V.3 reduz o atraso na resposta
Divulgação

Instalado no pedal do acelerador eletrônico dos carros mais modernos, o Sprint Booster V.3 reduz o atraso na resposta

Imagine a situação: você vai fazer uma ultrapassagem e pisa no acelerador até o final e o carro não dá a resposta exigida; desliga o ar-condicionado e nada. Além de frustrante, essa cena corriqueira pode até causar um acidente. Com o Sprint Booster V.3 , isso é página virada.

Instalado no pedal do acelerador eletrônico dos carros mais modernos, ele reduz o atraso na resposta, melhorando a aceleração. A sensação é a de um carro com mais torque e potência.

Conta com três modos de aceleração, operados por um controle colado no painel: Original – desativado; Sport (com nove níveis de ajuste) – para melhora de até 30% na redução da resposta do acelerador e Race (com nove níveis de ajuste) – até 60%.

Leia Também:  Assista ao vídeo com detalhes da picape Fiat Strada Mopar

Há ainda mais duas funções: Valet , limita a aceleração em até três níveis (55%, 65% e 75%) mantendo mais seguro em situações em que ele não é guiado pelo dono e Bloqueio de Pedal , impede de alguém não autorizado a sair com o carro. Vale lembrar que jamais deve alterar os modos enquanto pressiona o acelerador e/ou dirige o veículo.

Dispositivo foi testado no Honda Fit 2010 e mostrou que houve melhora no desempenho, mas  tem preço sugerido de R$ 1.290
Divulgação

Dispositivo foi testado no Honda Fit 2010 e mostrou que houve melhora no desempenho, mas tem preço sugerido de R$ 1.290

Convocamos dois Honda Fit 1.4 2010 (mecânico e automático), cujos donos reclamavam constantemente do desempenho, e instalamos o Sprint Booster. O dispositivo é conectado ao cabo do acelerador e do controle, tudo plug and play. Avaliamos os dois carros nos modos Sport (led verde) e Race (led vermelho) , ambos no nível 5 de ajuste.

Nas subidas e ultrapassagens (cidade e estrada), era notória a melhora. No Race , alteramos para o nível 9 e as cantadas de pneus nas saídas dos semáforos nem sempre eram evitáveis.  Com isso, é preciso cuidado e se readequar ao novo “comportamento do carro”.

Leia Também:  LG confirma que deixará de vender celulares no mundo inteiro

No caso do Fit na versão com transmissão automática, notamos um aumento de 10% no consumo médio. De acordo com André Lago, dono da importadora FW Performance , “isso é normal. O cliente se empolga com o resultado e acaba tendo uma condução mais esportiva o que acaba influenciando no consumo”.

No modo Valet, optamos pelo nível 3 (75% do limite de aceleração) e cadastramos três dígitos para ativá-lo. Numa rua tranquila, pisamos fundo e eles não passaram de 60 Km/h. Para alterar ao Bloqueio do Pedal , o processo é parecido, digitando três números para ativá-lo. Feito isso, pisamos no acelerador e nada de resposta!

Você viu?

Realmente o Sprint Booster tem lá as suas vantagens àqueles que almejam um carro mais direto com até 36 programas de aceleração – 18 manuais e 18 automáticos – e Bloqueio de Acelerador e Valet. O produto é vendido por  R$ 1.290.

MÓDULO ELETRÔNICO SPRINT BOOSTER V.3

Preço médio: R$ 1.290

Onde comprar: www.fwperformance.com.br

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA