Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

CARROS E MOTOS

BMW i4 M50 é o primeiro safety car 100% elétrico do mundo

Publicados

em


source
BMW i4 na versão M50; trata-se do primeiro esportivo da linha M com motor 100% elétrico
Divulgação

BMW i4 na versão M50; trata-se do primeiro esportivo da linha M com motor 100% elétrico

A BMW apresenta o novo i4 M50 , seu primeiro safety car 100% elétrico, que estará na modalidade sustentável do Campeonato Mundial de Motovelocidade. Ele fará sua estreia no dia 15 de agosto, durante a etapa do Red Bull Ring, na Áustria. Para o público geral, sua chegada às concessionárias está programada para janeiro de 2022.

O i4 pode ser descrito como o irmão elétrico do Série 4 Gran Coupé . Ele será vendido em duas versões, ambas equipadas com bateria de 81 kWh: eDrive40i , com tração traseira e 340 cv de potência, e M50 , com tração integral e 544 cv de potência. A versão mais potente leva apenas 3,9 segundos para atingir 100 km/h.

Foto: Divulgação

Leia Também:  Ford irá iniciar produção do novo Bronco em 29 de março

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A autonomia é de 590 quilômetros, independentemente da versão. O modelo esportivo i4 M50 que será utilizado no Campeonato Mundial de Motovelocidade ainda conta com um botão chamado ‘Sport Boost’, que libera a entrega de ainda mais potência e torque durante dez segundos.

Além disso, o modelo da linha M também conta com arranjo de suspensão adaptativo para melhorar a dirigibilidade na pista. Na versão convencional eDrive40i , a suspensão é do tipo pneumática.

O interior traz a nova linguagem de design da BMW para carros elétricos, com duas grandes telas para o quadro de instrumentos (12,3 polegadas) e central multimídia (14,9 polegadas). O sistema pode ser utilizado por voz ou pelo aplicativo My BMW, disponível em dispositivos Android e iOS.

O i4 já aparece no catálogo online da BMW do Brasil nas versões eDrive40i e M50 . O cupê esportivo que bate de frente com o Audi e-tron Sportback e RS e-tron GT já é um verdadeiro sucesso nos Estados Unidos, acumulando mais de 2 mil reservas. Os números superaram as expectativas da BMW, uma vez que o mercado americano tem preferência por SUVs. 

Leia Também:  BMW M3 chega ao Brasil no primeiro semestre de 2021
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Veja 5 carros nacionais que são réplicas de modelos europeus

Publicados

em


source

Esportivos clássicos europeus são caros até mesmo para os brasileiros mais abastados. Some isso à proibição das importações até a década de 90 e teremos um cenário repleto de cópias para aqueles que querem se diferenciar no trânsito.

Partindo disso, a reportagem do iG Carros relembra 5 esportivos brasileiros que na verdade são cópias de modelos europeus. Acompanhe a lista.

1 – Chamonix 550 Spyder

Chamonix 550 Spyder era réplica do Porsche 550; tinha motor 2.0 da Volkswagen
Garagem do Bellote

Chamonix 550 Spyder era réplica do Porsche 550; tinha motor 2.0 da Volkswagen

A Chamonix foi criada em 1987 para produzir réplicas de modelos clássicos da Porsche . Diferentemente do que muitos pensam, a empresa era autorizada pela matriz alemã a produzir réplicas para abastecer não apenas o mercado brasileiro, como também países vizinhos. O mais lembrado é o Chamonix 550 Spyder , réplica do Porsche 550 .

Leia Também:  Hyundai dribla falta de microchips na indústria brasileira

O modelo traz carroceria de fibra de vidro, chassi tubular e motor Volkswagen da família AP, capaz de desenvolver aproximadamente 120 cv de potência. Já o Porsche 550 foi produzido até 1956 e tinha motor 1.5 de 110 cv de potência. Para sua época, era um foguetinho.

2 – MP Lafer

Antes de produzir móveis, a Lafer teve uma réplica do MG TD no Brasil
Garagem do Bellote

Antes de produzir móveis, a Lafer teve uma réplica do MG TD no Brasil

Em 1974, a Lafer decidiu começar a produzir réplicas do modelo inglês MG TD para o mercado brasileiro. Assim como vários carros ‘fora de série’ de sua época, era repleto de componentes de modelos da Volkswagen . O próprio motor 1.600 era utilizado no Fusca e na Variant .

Estima-se que cerca de 4,3 mil unidades do MP Lafer foram produzidas entre 1974 e 1990. Desde seu último ano de produção, a empresa passou a focar na produção de móveis para residências e escritórios, atividade em que segue atuando até os dias de hoje. 

3 – Fera XK

Fera XK era o Jaguar XK 120 que o brasileiro podia comprar; tinha motor de Chevrolet Silverado
Garagem do Bellote

Fera XK era o Jaguar XK 120 que o brasileiro podia comprar; tinha motor de Chevrolet Silverado

Quem procura um carro super-exclusivo pode se dar bem com o Fera XK , réplica fiel do Jaguar XK 120 . Ele era produzido com motor seis cilindros da Chevrolet Silverado (desenvolvendo 138 cv de potência), suspensão de Opala e câmbio de cinco marchas do Omega.

Leia Também:  Geisy Arruda posa de biquíni e fãs reagem: "Oitavam maravilha do mundo"

O modelo é extremamente raro no mercado de carros clássicos, onde uma unidade em bom estado pode passar de R$ 130 mil.

4 – Phoenix

A restauradora Phoenix chegou a produzir réplicas do Mercedes 280 SL Pagoda em meados de 1970. Ele tinha motor de seis cilindros do Opala, câmbio manual de quatro marchas e espaço para dois ocupantes.

Atualmente, o Phoenix Studio foca apenas na restauração de modelos clássicos, como os poucos Cadillac antigos que rodam no Brasil. 

5 – L’AutoCraft

L'Autocraft era réplica do Alfa Romeo P3 da década de 1930
Divulgação

L’Autocraft era réplica do Alfa Romeo P3 da década de 1930

Outro modelo que chamou atenção no Brasil dos anos 80 foi o L’autocraft , produzido na Barra do Piraí (RJ). Além de réplicas de Alfa Romeo , Dimo, Ford 1929 e Bugatti, a marca se destacou no segmento dos buggys.

Assim como várias outras pequenas produtoras de modelos fora de série, a L’AutoCraft não resistiu à abertura das importações em 1990. Encerrou suas atividades em 1997.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA