Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

Bastidores da República

COMPROMISSO: Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia diz que reforma tributária será aprovada ainda no 1º semestre. Confira outras informações na coluna JPM desta quinta-feira(16)

Publicados

em

FRASE PRONTA

Será que agora  haverá consenso entre os parlamentares? Representantes da Câmara, do Senado e do governo devem voltar a se reunir em fevereiro para acertar a tramitação da reforma tributária. A ideia é reunir as propostas que já tramitam nas duas casas legislativas, mais as sugestões do governo, e elaborar um texto único Segundo o presidente da Câmara, a intenção é aprovar a proposta neste semestre . “O Congresso está envolvido e engajado em aprovar a reforma tributária ainda neste primeiro semestre”. A proposta está em discussão em comissão especial criada pela Câmara no ano passado.“O comprometimento é absoluto, pois sabemos a importância do projeto para o Brasil”, afirmou Maia.

PAUTA BOMBA

Não se fala outro assunto em Brasilia, a não ser a questão do comandante da Secom no Palácio do Planalto.Logo pela manha, o presidente Jair Bolsonaro defendeu  o secretário de Comunicação Social da Presidência, Fábio Wajngarten, e disse que vai mantê-lo no cargo, após reportagem do jornal Folha de S.Paulo acusá-lo de supostamente receber, por meio de uma empresa da qual é sócio, pagamentos de emissoras de TV e agências de publicidade contratadas pelo governo.”O que eu vi até agora está tudo legal com o Fábio, vai continuar, é um excelente profissional. Se fosse um porcaria, igual alguns que têm por aí, ninguém estaria criticando ele”, disse Bolsonaro em entrevista na saída do Palácio da Alvorada.: “Se for ilegal, a gente vê lá na frente.”

AGENDA

A reforma administrativa será apresentada em fevereiro e trará mudanças estruturais apenas para os novos servidores, afirmou nesta quinta-feira o secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel, pontuando que outras alterações serão propostas num segundo momento.A ideia é que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) em questão seja um pontapé inicial de uma reforma administrativa mais ampla e faseada, destacou ele.

Leia Também:  Intenção de consumo das famílias cresce pelo terceiro mês

ESTRANGEIRAS

Está pronto para entrar na pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) projeto de lei que facilita a instalação no país de novas instituições financeiras estrangeiras. O Projeto de Lei do Senado r recebeu parecer favorável do relator, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), com duas emendas. Se for aprovado pela CCJ, o projeto deverá passar ainda pela CAE e pelo Plenário do Senado, antes de seguir para a Câmara dos Deputados.

 

SEM NOVIDADES

O recesso parlamentar e as férias s férias justificam o vazio da agenda de visitas de governadores ao Ministério da Economia. Porém, não mudará muito. Em ano eleitoral, chefes de Executivos estaduais não gostam de ser cobrados por tecnocratas sobre o ajuste fiscal. Preferem ir levando como podem para que candidatos de seus partidos não paguem nas urnas pelos cortes de despesas

PERSONALIDADE

Sempre ocupando espaços na mídia, o   procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, divulgou em seu Twitter um curso do RenovaBR, escola de renovação política apoiada por empresários e personalidades como Luciano Huck. A postagem entrou nos trending topics do Twitter nesta quarta-feira, 15.O RenovaBR se denomina a “a maior escola de democracia do Brasil”. Foi fundado em 2017 em São Paulo com a missão de “preparar gente comprometida e realizadora para entrar na política”.

TO FORA!

Olha só que  interessante: advogados japoneses do ex-presidente do Conselho de Administração da Nissan Motor Carlos Ghosn renunciaram após sua fuga para o Líbano.A informação foi dada pelo advogado Junichiro Hironaka. Fontes informaram que outros advogados, incluindo Takashi Takano, também renunciaram. Elas afirmam que Hiroshi Kawatsu e mais dois integrantes da equipe continuam a representar Ghosn.

ESQUECIMENTO

No dia 25 deste mês, o rompimento da barragem de Brumadinho completará um ano. Morreram 259 pessoas e 11 estão desaparecidas. Quanto às punições, quase nada.

Leia Também:  Bolsonaro dá trégua a Guedes e passa a andar com dois novos ministros a tiracolo

TRATAMENTO VIP

Localizada no coração de Brasília, a Praça dos Três Poderes passará a ter uma atenção especial do Governo do Distrito Federal (GDF). Um grupo de trabalho formado por 14 diferentes órgãos distritais foi criado para definir normas e regulamentos ao uso e à ocupação do local, considerado um dos principais cartões postais da capital federal.

ESCOLHA PODEROSA

O Papa Francisco nomeou, a primeira mulher a ocupar um cargo de gerência na Secretaria de Estado, que administra o Vaticano e coordena as relações com outros países.Francesca Di Giovanni, de 66 anos, é uma advogada italiana que trabalha há 27 anos no Vaticano. Ela assume agora a Subsecretaria da Seção para as Relações com os Estados, responsável pelas relações da Igreja Católica com a ONU.

TECNOLOGIA

A Matemática e a Física se tornaram aliadas inovadoras nas investigações conduzidas pelo Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos da Polícia Federal no Rio Grande do Sul. Conceitos científicos e até fórmulas têm sido estudadas como ferramentas para decifrar organizações criminosas, identificar quais as peças principais das redes – e como é possível desmontar essas organizações.

ECONOMIA

O Índice Geral de Preços–10 (IGP-10) registrou inflação de 1,07% em janeiro deste ano, taxa inferior ao 1,69% de dezembro. O índice é, no entanto, superior ao 0,26% de janeiro de 2019.Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), o IGP-10 acumula 7,81% em 12 meses.Entre os subíndices que compõem o índice, a maior alta foi registrada no Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado e teve inflação de 1,38% em janeiro

João Pedro Marques é advogado e jornalista com escritório em Brasília e Mato Grosso

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Bastidores da República

Bolsonaro chama governadores de aprendizes de ditadores, idiotas e boçais achando que mandam

Publicados

em

DITADORES

 

Sérgio Lima/Poder360

Nessa polêmica da tal vacina Coronavac, o presidente Jair Bolsonaro acabou chamando alguns governadores de “aprendizes de ditadores”. Segundo ele, trata-se de uma manobra arquitetada pelo governador de São Paulo, João Dória, para conseguir que o STF determine aos estados o poder de definir se compram ou não a vacina chinesa. “São figuras nanicas, hipócritas, idiotas, boçais, achando que mandam no estado dele. Vai tomar vacina. Vai tomar você, vai tomar o que você entender, coca-cola, tubaína”, afirmou Bolsonaro.

SOBROU PRA TODOS

Sérgio Lima/PODER 360

Após a polêmica da vacina contra a Covid-19 protagonizada pelo presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, Joao Dória (PSDB), além do ministro da Saúde Eduardo Pazuello, a coisa esquentou aqui em Brasília. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disparou contra o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Salles se referiu a Ramos como “banana de pijama” e “Maria Fofoca”. Salles usou Twitter para criticar a ala militar do governo que saiu em defesa de Pazuello nesse episódio. Tudo em casa. Dá nada não.

VAI NA FÉ

Ao que tudo indica e, se depender da torcida, os cassinos estarão de volta ao Brasil. É que a Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) do Senado deu parecer favorável à aprovação do Projeto de Lei (PL) que regulamenta os cassinos no país. O PL foi apresentado ainda em 2019 pelo senador Roberto Rocha (PSDB). O relator, Ângelo Coronel (PSD/BA), defendeu a iniciativa e ressaltou que a arrecadação vinda com a legalização de cassinos pode fomentar o Renda Cidadã, projeto do governo Jair Bolsonaro.

Leia Também:  Bolsonaro dá trégua a Guedes e passa a andar com dois novos ministros a tiracolo

CORTE NA CARNE

O presidente Jair Bolsonaro foi obrigado a fechar diversas embaixadas para reduzir os gastos do governo. De início, foram encerrados dois postos na África e cinco embaixadas em países do Caribe. Como tem feito rotineiramente, Bolsonaro não usou as redes oficiais e fez o anúncio em suas páginas pessoas nessa sexta-feira. Segundo o Palácio do Planalto, outras embaixadas poderão ser fechadas ao longo de 2021.

NOVA POLÊMICA

Por outro lado, o governo federal anunciou que poderá contratar 51.021 servidores no ano que vem e já começou a receber críticas. Previsão de admissão de novos servidores consta da proposta orçamentária encaminhada ao Congresso em agosto, ao custo de R$ 2,9 bilhões. Para analistas, medida contraria intenção manifestada pelo Executivo de enxugar a folha de pagamentos da União. Será mais uma boa polêmica para o fim de semana.

PROBLEMÃO

A presidência do Senado está com uma batata quente nas mãos. É que a suplência de Chico Rodrigues tornou-se um problema sério para o Senado. Em condições normais, assumiria seu filho, Pedro Arthur Rodrigues (DEM-RR), que é o primeiro suplente, mas, após divulgação de novas informações do relatório da Polícia Federal, a situação complicou-se por causa não apenas da apreensão de uma pedra suspeita de ser uma pepita de ouro, mas também de um revólver Taurus 38 Special, de seis munições avulsas para a arma e de duas caixas de munições de espingarda calibres 20 e 36.

Leia Também:  Sefaz distribui material sobre a Nota MT no comércio de Cuiabá e VG

NA PRESSÃO

Após pressões de todos os lados, o ministério da Economia liberou 60 milhões de reais para que o Ibama pudesse retomar o Prevfogo e mandar brigadistas de volta à campo. Atuação dos 1.400 brigadistas, junto à Força Nacional de Segurança e Corpo de Bombeiros, foi fundamental para controlar os incêndios florestais no Pantanal, mais recentemente. Enfim, grana em caixa e trabalho retomado.

SEXTOU COM DESEMPREGO

O número de pessoas desocupadas no Brasil chegou a 13,5 milhões em setembro, equivalente a 14% dos trabalhadores, maior taxa mensal da série histórica do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esses dados integram a edição mensal da Pnad Covid-19. Em maio a população desocupada era de 10,1 milhões, saltando para 12,9 milhões em agosto e 13,5 milhões no mês passado. Isso representa alta de 33,1% desde o início da pesquisa. Em agosto a taxa de desocupação era de 13,6%.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA