Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

Capa

Agência de Marketing Digital é negócios dos sonhos do momento

Publicados

em

A presença digital tornou-se fundamental para o sucesso das empresas de diferentes portes e segmentos que buscam destaque no mercado. O uso das mídias sociais nos negócios cresce a cada ano e não se restringe ao relacionamento com cliente, sendo também utilizadas como espaços para divulgação e venda de produtos e serviços. Nesse cenário, as empresas que oferecerem serviços de marketing digital atraem o interesse de potenciais empreendedores.

É o caso da jornalista e empreendedora na área de Comunicação, Sarah Pires. Aos 27 anos, ela é dona da KIW Assessoria de Comunicação, que há dois anos oferece serviços de comunicação para empresas, associações e sindicatos em Palmas (TO). Essa trajetória faz parte da XX história da série “Sonhos” e demonstra que para realizar o sonho de ter seu próprio negócio é preciso antes de tudo, determinação e planejamento.

Ainda durante a faculdade de jornalismo na Universidade Federal do Tocantins (UFT), Sarah desenvolveu um projeto de assessoria de comunicação para empresa da região, como parte de seu trabalho de conclusão de curso. Logo após a graduação, em 2017, ela buscou a categoria de Microempreendor Individual (MEI) para atender os primeiros clientes. “Trabalhava no meu próprio quarto e comecei ganhando bem abaixo do piso salarial do mercado. Depois dividi um escritório, mas não deu certo”, lembrou.

Leia Também:  Após ex-BBB, Lucas Viana estaria namorando influenciadora digital

Apesar das dificuldades, a jovem empreendedora sempre acreditou no negócio. “Primeiro você precisa ter fé e saber exatamente o que quer, com planejamento e metas claras. Se eu não soubesse onde queria chegar, seria muito mais difícil”, destacou. Para alcançar o sucesso, Sarah aconselha analisar profundamente o perfil e as necessidades do cliente. Segundo sua experiência, alguns nichos de mercado, como saúde e moda, demandam na maioria das vezes serviços de marketing digital.

Disposta a conhecer melhor seu potencial, Sarah participou em 2019 do Empretec, seminário comportamental oferecido pelo Sebrae em parceria com a ONU. “O Empretec é um divisor de águas, pois descobrimos verdadeiramente nosso perfil empreendedor”, analisou. Durante o curso, ela teve a oportunidade de validar seu novo projeto, um portal de notícias voltado para o agronegócio, lançado em maio do ano passado. Como empresária, ela ajuda mulheres a realizarem o sonho ter seu próprio negócio por meio do projeto “Ela Pode”, idealizado pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora, com apoio do Google e parceria do Sebrae.

Leia Também:  Avallone participa de workshop sobre novas possibilidades de negócios a partir da chegada da ferrovia a Cuiabá

Além de visão e muita dedicação, a abertura de um novo negócio requer um conjunto de conhecimentos e habilidades para fazer uma boa administração. Pensando nisso e nos potenciais empreendedores que não sabem por onde começar, o Sebrae disponibiliza o canal Ideias de Negócios com a visão geral de mais de 350 segmentos diferentes, inclusive com informações sobre como “montar” a sua Agência de Marketing Digital.

 Pessoal

O segredo de sucesso de uma agência de comunicação ou especializada em marketing digital é oferecer serviço de qualidade e para isso, é necessário ter uma equipe qualificada com conhecimentos técnicos. A quantidade de profissionais vai depender do número de clientes e volume de serviços. No caso da Kiw Assessoria de Comunicação, além de uma jornalista e uma estagiária, foram contratados três freelancers para trabalhos específicos na área de jornalismo e designer gráfico. O modelo de contratação de colaboradores temporários é uma opção quando não compensa ter o profissional o tempo todo na empresa, reduzindo assim os custos com pessoal.

Agência Sebrae

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Capa

Liberados mais R$ 18,6 milhões para os hospitais filantrópicos em Mato Grosso

Publicados

em

Por

Senador Wellington Fagundes voltou a manifestar preocupação com a escalada de vítimas e óbitos da Covid-19

O Ministério da Saúde liberou nesta segunda-feira, 1, a segunda parcela do auxílio financeiro emergencial às santas casas e hospitais filantrópicos sem fins lucrativos. Os recursos fazem parte dos R$ 2 bilhões de ajuda aprovada pelo Congresso Nacional, destinados ao combate à pandemia do coronavírus. Ao todo, foram depositados R$ 18,6 milhões para 21 unidades hospitalares, beneficiando 18 municípios de Mato Grosso.

Ao todo são beneficiados com essa ação emergencial um total de 17 unidades sem fins lucrativos em 14 municípios do Estado, que participam de forma complementar do Sistema Único de Saúde (SUS). Na semana passada, o Ministério já havia liberado R$ 3,1 milhões para Mato Grosso. O projeto de lei que deu origem ao auxílio emergencial havia sido aprovado no Senado no dia 31 de março e 19 de abril pela Câmara.

“Com essa segunda parte da liberação, com certeza os hospitais e santas casas beneficiados poderão ter fôlego para trabalhar de forma articulada com o Ministério da Saúde e os gestores do SUS, oferecendo r mais serviços, principalmente leitos de terapia intensiva” – destacou o senador Wellington Fagundes (PL-MT), líder do Bloco Parlamentar Vanguarda.

Leia Também:  Campus Party terá Fábrica de Empreendedores

Fagundes voltou a manifestar preocupação com a escalada de casos confirmados e de mortes ocasionadas pelo novo coronavírus. No Brasil, os últimos números oficiais, indicam 519.704 casos com 29.534. Em Mato Grosso são 2.429 e 61 óbitos. “Nossa prioridade continua sendo a de salvar vidas” – frisou.

Nesse segundo repasse, serão beneficiados em Cuiabá o Hospital Santa Helena, com R$ 1,8 milhão; Hospital do Câncer, com R$ 1,1 milhão; e Hospital Geral, com R$ 2,8 milhões. Em Rondonópolis serão duas unidades: Associação Beneficente Paulo de Tarso, com R$ 871 mil; e Santa Casa de Misericórdia, com R$ 2,1 milhões.

Outros beneficiados são: Hospital São Luiz, de Cáceres (R$ 1.127 milhão); Centro Hospitalar Parecis, de Campo Novo (R$ 953 mil); Hospital Municipal Coração de Jesus, de Campo Verde (R$ 433 mil), Hospital Nilza Oliveira Pipino, de Claudia (R$ 223 mil); Hospital São João Batista, de Diamantino (R$ 648 mil); Hospital Bom Jesus, de Dom Aquino (R$ 145 mil); Hospital de Jauru, em Jauru (R$ 94 mil); Hospital São Lucas, de Lucas do Rio Verde (R$ 1.132 mil), Hospital Evangélico, de Vila Bela (R$ 428 mil) e Hospital Municipal de Nova Mutum (R$ 586 mil).

Leia Também:  Pequenos negócios alcançam importantes conquistas em 2019

Completam a lista: Hospital Geral de Poconé, R$ 594 mil; Hospital Vale do Guaporé, R$ 699 mil; Hospital São João Batista, de Poxoréu, R$ 485 mil; Hospital Amparo, de Rosário Oeste, R$ 677 mil; Hospital Santa Marcelina de Sapezal, R$ 578 mil; Hospital Santo Antônio de Sinop, R$ 1,013 milhão; Hospital e Assistência de Sorriso, R$ 10 mil.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA