Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

Brasil

Workshop debate desenvolvimento da aquicultura ornamental

Publicados

em

O Sebrae, em parceria com a Secretaria de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), realiza o 1º Workshop Nacional de Ordenamento da Aquicultura Ornamental. O evento acontece na sede do Sebrae Nacional, em Brasília. A ideia é reunir todos os elos da cadeia produtiva da aquicultura ornamental, como por exemplo, representantes da pesca extrativista, produtores, distribuidores e associações, para debater as principais dificuldades e perspectivas de desenvolvimento territorial e sustentável da atividade no país.

Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, é preciso potencializar o setor de aquicultura ornamental, que é muito promissor. “No momento em que debatemos a necessidade de ampliar a produtividade das micro e pequenas empresas como saída para ampliar a geração de riquezas e empregos no Brasil, é preciso olhar para a aquicultura e discutir metas de promoção dos peixes ornamentais dentro e fora do país, avaliou. Anualmente, 27 milhões de peixes ornamentais de água doce são exportados do Brasil, principalmente para os Estados Unidos e Europa. O Pará é o estado que mais exporta, mas é o Ceará que mais fatura no preço do peixe, que custa em média, US$ 42, por unidade. Desde 2015, o Sebrae atendeu mais 116 mil empresários envolvidos com a atividade de pets, do qual faz parte a aquicultura ornamental, que é um dos ramos mais lucrativos do setor.

Leia Também:  CRA aprova isenção de IPI em máquinas compradas por agricultores familiares

De acordo com secretário Nacional de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuário e Abastecimento (MAPA), Jorge Seif Júnior, o mercado de aquarofilia no Brasil é qualificado, mas tem perdido espaço nos últimos anos. Segundo ele, mais de 20 milhões de lares brasileiros possuem um aquário e o mercado pet de peixes e outros organismos aquáticos é milionário no mundo. “Para mim a melhor forma de fazer políticas públicas adequadas é ouvindo os setores. Vemos que muitas normativas foram criadas sem passar pelo setor. É preciso fazer novos regramentos para facilitar a vida desse produtor e expandir as oportunidades, com a geração de renda e emprego”, destacou.

Programação
Com transmissão ao vivo no canal do Sebrae no Youtube, o evento conta com a participação de especialistas do Sebrae, da Embrapa, aquariofilistas e membros de associações de aquicultores. Serão realizados debates e palestras sobre a importância do ordenamento da aquicultura, cooperativismo, produção e comercialização, além de estratégias para o desenvolvimento da atividade no Brasil.

Acompanhe a transmissão:
12/12: https://youtu.be/5vl1VgjL0qY

Leia Também:  BNDES busca derrubar Wesley Batista do comando da JBS

Assessoria de Imprensa Sebrae

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasil

Empreendedorismo feminino ganha espaço exclusivo no Sebrae

Publicados

em

Por

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o Sebrae preparou para o mês de março uma série de atividades para destacar a força da mulher empreendedora. Com o slogan “Empreender é poder”, nesta segunda-feira (2), será lançado espaço exclusivo dentro do Portal Sebrae para o empreendedorismo feminino. Além de inspirar mulheres a empreender de forma sustentável, a nova página vai funcionar como uma porta de entrada para os serviços e soluções oferecidos pelo Sebrae a esse público. São diversos conteúdos, como artigos sobre empreendedorismo feminino, dicas e informações sobre os projetos da instituição voltados para mulheres que sonham em empreender ou já possuem uma empresa. O espaço também busca incentivar mulheres a compartilhar histórias de superação no mundo dos negócios.

De acordo com coordenadora nacional de empreendedorismo feminino do Sebrae, Renata Malheiros, a criação da página foi pensada justamente para reforçar a importância de políticas de sensibilização e de tomada de consciência para mulheres. “As mulheres enfrentam mais desafios para se tornarem donas de seus próprios negócios e há muito desconhecimento das dificuldades enfrentadas. Existe uma questão cultural que influencia muito e é preciso reforçar constantemente esse discurso que as mulheres são capazes de empreender”, destacou.

Leia Também:  Com investimento de mais R$ 800 milhões, startups paranaenses geram 10 mil empregos

Além de conteúdo e informação, a página vai facilitar o acesso aos cursos online oferecidos de forma gratuita pelo Sebrae, com destaque para as capacitações voltadas para o desenvolvimento de soft skills (habilidades socioemocionais), consideradas como grandes desafios a serem superados pelas empreendedoras. “As mulheres no Brasil são mais escolarizadas que os homens e são boas nas chamadas competências técnicas (planejamento, gestão etc.) mas, por causa da cultura, ainda enfrentam dificuldades na hora de fazer um networking, tomar decisões com autonomia, assumir posição de liderança e defender uma ideia”, explicou Malheiros.

Programação
Por meio da nova página, o Sebrae também vai oferecer webinários ao longo do mês de março, com a participação de especialistas e mulheres reconhecidas em suas áreas de atuação. Entre os temas escolhidos estão liderança, finanças, inovação, política, entre outros.

O mês de março também terá diversos conteúdos para inspirar as mulheres nas redes sociais do Sebrae. Na próxima quinta-feira (5), será realizada uma live, a partir das 14h30, com a presença de duas empreendedoras de sucesso no DF. As convidadas são a empresária Adama Djalo, que veio de Guiné-Bissau (África) e hoje é dona do Salão Ouro Negro em Taguatinga (DF), e a paraibana formada em Direito, ex-servidora pública Giovanna Maia, proprietária do bar Loca Como Tu Madre, em Brasília.

Leia Também:  CRA aprova isenção de IPI em máquinas compradas por agricultores familiares

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA