Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

Brasil

Governo Temer anuncia privatização do Marechal Rondon e mais 4 aeroportos em MT

Publicados

em

Por Jonas da Silva

O presidente Michel Temer (PMDB-SP) e seus ministros auxiliares anunciaram a privatização do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, e mais quatro terminais nos municípios de Rondonópolis, Sinop, Barra do Garças e Alta Floresta, em diferentes polos da extensão continental do Estado do Mato Grosso. O leilão dos terminais será realizado como único bloco do total de 14 aeroportos anunciados. Segundo apurou a reportagem, só no caso do Estado serão a previsão é arrecadar R$ 2,5 bilhões.

A proposta inclui ainda 15 terminais aeroportuários e 11 linhas de transmissão, e parte da Eletrobras. Com a medida, o governo Temer espera arrecadar R$ 44 bilhões, dos quais R$ 2 bilhões com terminais portuários. O anúncio da desestatização foi feita após a reunião do Conselho do Programa de Parcerias de Investimento (PPI), no Palácio do Planalto, que inclui o presidente, e tem finalidade de fazer caixa para o governo federal diante do rombo nas contas públicas e déficit anunciado de R$ 159 bilhões este ano.

Leia Também:  Reforma da previdência beneficia mercado imobiliário

O governo também definiu que irá vender a participação acionária de 49% que tem com a Infraero nos terminais de Guarulhos, Brasília, Confins (região metropolitana de Belo Horizonte) e Galeão (Rio), já licitados à iniciativa privada.

No caso dos aeroportos, serão quatro blocos de leilão, sendo um deles apenas Congonhas, com 21 milhões de movimento de passageiros, o segundo maior do Brasil. Segundo a Agência Estado, o embarque e desembarque de voos internacionais em Guarulhos neste ano apresentou, até julho, a quinta ampliação consecutiva.

Ainda entre os aeroportos, serão entregues à iniciativa privada os terminais do Nordeste como um bloco (Maceió, Aracaju, João Pessoa, Campina Grande, Juazeiro do Norte e Recife). O quarto bloco inclui os aeroportos de Vitória (es) e Macaé (RJ)

O pacote de privatização do governo federal inclui também a Casa da Moeda, que confecciona as cédulas do real e passaportes, a Lotex, responsável pela popular loteria Raspadinha, e a Companhia Docas do Espírito Santo. No total, serão 57 projetos de venda de empresas e parcerias público-privadas. Com informações da Agência Brasil.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasil

Empreendedorismo feminino ganha espaço exclusivo no Sebrae

Publicados

em

Por

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o Sebrae preparou para o mês de março uma série de atividades para destacar a força da mulher empreendedora. Com o slogan “Empreender é poder”, nesta segunda-feira (2), será lançado espaço exclusivo dentro do Portal Sebrae para o empreendedorismo feminino. Além de inspirar mulheres a empreender de forma sustentável, a nova página vai funcionar como uma porta de entrada para os serviços e soluções oferecidos pelo Sebrae a esse público. São diversos conteúdos, como artigos sobre empreendedorismo feminino, dicas e informações sobre os projetos da instituição voltados para mulheres que sonham em empreender ou já possuem uma empresa. O espaço também busca incentivar mulheres a compartilhar histórias de superação no mundo dos negócios.

De acordo com coordenadora nacional de empreendedorismo feminino do Sebrae, Renata Malheiros, a criação da página foi pensada justamente para reforçar a importância de políticas de sensibilização e de tomada de consciência para mulheres. “As mulheres enfrentam mais desafios para se tornarem donas de seus próprios negócios e há muito desconhecimento das dificuldades enfrentadas. Existe uma questão cultural que influencia muito e é preciso reforçar constantemente esse discurso que as mulheres são capazes de empreender”, destacou.

Leia Também:  Governo e empresários planejam campanha para estimular economia

Além de conteúdo e informação, a página vai facilitar o acesso aos cursos online oferecidos de forma gratuita pelo Sebrae, com destaque para as capacitações voltadas para o desenvolvimento de soft skills (habilidades socioemocionais), consideradas como grandes desafios a serem superados pelas empreendedoras. “As mulheres no Brasil são mais escolarizadas que os homens e são boas nas chamadas competências técnicas (planejamento, gestão etc.) mas, por causa da cultura, ainda enfrentam dificuldades na hora de fazer um networking, tomar decisões com autonomia, assumir posição de liderança e defender uma ideia”, explicou Malheiros.

Programação
Por meio da nova página, o Sebrae também vai oferecer webinários ao longo do mês de março, com a participação de especialistas e mulheres reconhecidas em suas áreas de atuação. Entre os temas escolhidos estão liderança, finanças, inovação, política, entre outros.

O mês de março também terá diversos conteúdos para inspirar as mulheres nas redes sociais do Sebrae. Na próxima quinta-feira (5), será realizada uma live, a partir das 14h30, com a presença de duas empreendedoras de sucesso no DF. As convidadas são a empresária Adama Djalo, que veio de Guiné-Bissau (África) e hoje é dona do Salão Ouro Negro em Taguatinga (DF), e a paraibana formada em Direito, ex-servidora pública Giovanna Maia, proprietária do bar Loca Como Tu Madre, em Brasília.

Leia Também:  Sebrae faz pré-lançamento do Portal de Inteligência do Mercado de Petróleo e Gás

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA