Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

BASTIDORES DA REPÚBLICA

Paulo Guedes recebe novo elogio de Bolsonaro e joga água fria no fogo amigo

Publicados

em

CRIOU RAIZ

Quem apostou na intriga entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, caiu do cavalo. Apesar do cheiro de fumaça de fritura e do mimimi, Bolsonaro voltou a elogiar Guedes. “Cada vez mais eu acredito no trabalho de Paulo Guedes”, disse o presidente nesta sexta-feira. Para Bolsonaro, o Brasil, na parte econômica é um daqueles que melhor tem saído dando uma resposta a essa pandemia. Ou seja, o mérito é do Paulo Guedes. Criando raiz desse jeito, Guedes não cairá do governo tão facilmente.

MANO A MANO

Uma nova rodada da Pesquisa XP/Ipespe, divulgada ontem mostra que, se as eleições presidenciais fossem hoje, o presidente Jair Bolsonaro deveria ir ao segundo turno e vencer quase todos os nomes incluídos no levantamento. O único capaz de tirar-lhe a reeleição seria seu ex-ministro da Justiça, Sergio Moro (DEM), agora rival. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), impedido de concorrer atualmente pela Lei da Ficha Limpa, não aparece nos cenários de pesquisa estimulada. Com esses números é bem possível que Moro desista de dar aulas no exterior e fique mesmo por aqui, mesmo com medo dos desafetos que colecionou em carreira como juiz federal.

NA PRESSÃO

Se depender da pressão feita pelos partidos Cidadania e Rede Sustentabilidade, o Conselho de Ética do Senado vai acelerar análise da conduta do senador Chico Rodrigues, que foi flagrado pela PF com aquela grana preta na cueca. A investigação envolve cerca de R$ 20 milhões em recursos públicos provenientes de emendas parlamentares para combater a Covid-19. Agora, cabe ao presidente do Conselho de Ética, Jayme Campos (DEM-MT), decidir se aceita a representação no prazo de cinco dias úteis, de acordo com o Regimento Interno do Senado Federal.

Leia Também:  Projeto prevê entrega de mamógrafo a municípios com mais de 90 mil mulheres

EM FAMÍLIA

A iminência de afastamento do senador Chico Rodrigues, investigado pela Polícia Federal por suposto envolvimento em desvios de verbas parlamentares destinadas ao combate à covid-19, abre possibilidade de que o filho do próprio parlamentar assuma os trabalhos do pai. O administrador Pedro Arthur Rodrigues, 41 anos, também filiado ao DEM, é o primeiro suplente à cadeira. Sem experiência na vida política, Pedro Arthur pediu o registro da candidatura ao suplente do pai em 2018 e nunca havia concorrido a nenhuma eleição anterior. Coisas do Brasil.

DEDO DO FUX

Após caso de traficante André do Rap, o presidente do STF, ministro Luiz Fux, mudou a distribuição de processos na Corte Suprema. A resolução foi publicada após sessão tensa em plenário e depois de um quase bate boca entre Fux e o ministro Marco Aurélio Mello, pivô da crise ao determinar a soltura do traficante. Uma das finalidades, segundo Fux, é conter a estratégia de advogados de ingressar com vários pedidos de habeas corpus.

REIS DA SOJA

Leia Também:  Projeto do Senado permite contratações de pessoal em cinco universidades federais

Continua sendo de Mato Grosso o município campeão na produção de soja no Brasil. Sorriso fica no norte do estado e lidera uma lista com outros 50 grandes produtores brasileiros. No ranking também estão outros municípios mato-grossenses. O valor médio da produção dos 50 com maior valor da produção é de R$ 1,521 bilhão. Nesse grupo, os maiores valores são observados em Sorriso (MT) R$ 3,946 bilhões, Sapezal (MT) R$ 3,338 bilhões, São Desiderio (BA) R$ 3,183 bilhões, Campo Novo dos Parecis (MT) R$ 3,055 bilhões, Rio Verde (GO) R$ 2,578 bilhões e Cristalina (GO) R$ 3,338 bilhões.

NAS GARRAS DO LEÃO

Começou a pipocar informações nada animadoras aos sonegadores sobre o Pix do Banco Central. Há quem diga que a novidade será mais uma ferramenta para que a Receita Federal monitore quem declara ou não o Imposto de Renda. De fato, o Pix vai controlar toda circulação de dinheiro no sistema financeiro em todos os CPF e CNPJ. Mais fato ainda, é que se não houver uma reforma tributária para que as empresas e pessoas possam pagar os impostos reais e justos, será um caos social anunciado. Enfim, caminhamos para o controle total do cidadão pelas mãos do Estado.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Bastidores da República

Governadores anunciam lockdown e Bolsonaro diz que estão na contramão

Publicados

em

LOCKDOWN NO DF

A volta do crescimento nos casos da Covid-19, aqui no Distrito Federal, fez o governo acender a luz vermelha.  O governador Ibaneis Rocha (MDB) determinou que a antecipação das medidas de contenção da pandemia e decreta lockdown total a partir da meia-noite desta sexta-feira (26). A ocupação de leitos de UTIs, na rede pública de saúde, chegou a 98,22%. De acordo com a Sala de Situação da Secretaria de Saúde, apenas um dos três leitos disponíveis é para adulto. Os outros são pediátricos e mais 11 estão bloqueados. Governadores do Sul e alguns do Nordeste também falam em lockdown.

CRÍTICAS AO LOCKDOWN

Quem não gostou “nadica de nada” dessa história de lockdown foi o presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, os governadores que “fecham tudo estão na contramão do que o povo quer”. “Vão para o meio do povo mesmo depois das eleições, porque durante as eleições é muito fácil. Eu quero ver é depois”, disparou Bolsonaro. A declaração ocorreu em Tianguá, no Ceará, durante a cerimônia de assinatura de ordens de serviço da Travessia local, das Variantes de Frios e Umirim e do Viaduto de Horizonte.

DESEMPREGO

Tudo parece conspirar para piorar a situação do emprego no país, que sofre com a pandemia da Covid-19. A taxa de desemprego avançou no Brasil em 2020 e encerrou o último trimestre do ano em 13,9%, percentual que corresponde a 13,9 milhões de desocupados no período. A análise da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada nesta sexta-feira (26) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), aponta para o aumento 13,5% na taxa média anual de brasileiros desocupados em 2020. Trata-se do maior percentual da série iniciada em 2012.

Leia Também:  CNA prevê aumento da produção do agronegócio no próximo ano

DIVERGÊNCIA

Pelo que parece, a população está dividida quanto à privatização da Caixa Econômica Federal. Novo levantamento, encomendado pela Confederação Nacional do Transporte, mostra que 59,8% dos entrevistados rejeitam venda do banco público. A Caixa lidera relação de empresas que sociedade menos quer que seja vendida. De acordo com os dados, divulgados esta semana, apenas 28,6% das pessoas disseram ser a favor da privatização de estatais; 11,6% não souberam opinar ou não responderam. A pesquisa CNT/MDA foi realizada com 2.002 entrevistados, em 137 cidades de 25 estados, entre os dias 18 e 20 deste mês.

PELA EDUCAÇÃO

As novas universidades federais ganharam uma injeção de recursos da ordem de R$ 200 milhões. A proposta apresentada pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT) foi uma das três acatadas pela Comissão de Educação do Senado na quinta-feira. Entre elas está a Universidade Federal de Rondonópolis, a UFR, no Sul de Mato Grosso. A emenda deve constar do Orçamento Geral da União para 2021, a ser votada ainda no mês de março pelo Congresso Nacional. As demais universidades beneficiadas estão nos estados de Tocantins, Goiás, Pernambuco e Piauí.

Leia Também:  Mercado de fungicidas protetores movimenta US$ 450 milhões na safra 2019/20

NOVA POLÊMICA

Uma nova discussão promete esquentar os ânimos aqui em Brasília. É que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 186, a PEC Emergencial, prevista para ser votada no Senado na terça-feira (02), pode representar um golpe fatal para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ao menos é o que dizem alguns senadores. Sobretudo, em função do artigo quarto do relatório assinado pelo senador Márcio Bittar (MDB/AC) à PEC 186, pelo fim de importante fonte de financiamento (funding) para o BNDES, ou seja, as transferências das contribuições do PIS-PASEP. Sem estes repasses o BNDES deixará de cumprir seu papel em várias frentes de mercados e sociais.

NOTÍCIA BOA

Para quem não apostava na chegada da Internet 5G ao Brasil, pode anotar essa data: julho de 2022. Quem definiu essa data foi a própria Anatel, que anunciou um leilão para quatro faixas de frequência que serão usadas nas transmissões de dados ainda neste semestre. A partir de agora, o governo deverá definir o preço dos lances dos blocos que serão leiloados. Para isso, o Tribunal de Contas da União (TCU) precisa analisar a oferta em até 150 dias, e julgue em 50 dias.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA