Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

BASTIDORES DA REPÚBLICA

No Nordeste, Bolsonaro diz em quem o eleitor deve votar e não comenta escolha para ministro do STF

Publicados

em

EM NOME DO PAI…

O presidente Jair Bolsonaro está em paz com as Igrejas e está usando bem o “marketing da fé”. Durante evento oficial em Pernambuco, ele pediu certo capricho aos eleitores na hora de votar. “Vamos escolher gente que tenha Deus no coração, que tenha na alma um patriotismo e queira de verdade o bem do próximo. Deus, Pátria e Família”, enumerou. Resumindo, Bolsonaro quis dizer que o candidato que professar suas convicções pessoais deve ter voto de confiança. Amém?

CLIMA DE CAPANHA

A passagem do presidente Bolsonaro pelo município de São José do Egito, em Pernambuco, onde inaugurou uma adutora de água, teve clima de campanha à reeleição. Como se estivesse já disputando, Bolsonaro iniciou o discurso no palanque montado para a cerimônia de inauguração com um grito (“Ihuuu!”) e se disse satisfeito em estar na região e próximo à população. “Viver sem vocês é morrer. Vamos estar juntos do começo ao fim”, garantiu. Realmente, climão de campanha já.

Leia Também:  Apesar do bombardeio Jair Bolsonaro mantém aprovação do governo em 37%

MAL-ESTAR

O presidente da Embratur, Gilson Machado, que esteve presente à cerimônia em Pernambuco, junto com o presidente Jair Bolsonaro, por pouco quase causou um mal-estar político ao Palácio do Planalto. Ao fazer uso da fala, Machado se enrolou ai afirmar que Bolsonaro conquistou o povo nordestino, que, antes, amava o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “O Nordeste não gosta do PT, gosta é de governo”, afirmou. Teve gente que não gostou nadinha!

FACA NO PESCOÇO

Foi só vazar a pretensão do presidente Bolsonaro de indicar o desembargador do TRF, Kássio Nunes, para a vaga de Celso de Mello no STF, para as pressões chegarem com força. Textos e imagens estão sendo divulgados nas redes sociais associando Kássio ao PT, partido adversário da atual gestão. Até a base bolsonarista também tem publicado críticas ao juiz federal no perfil do presidente nas redes sociais. Um dos apoiadores de Kássio Nunes é o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), que já defendia a escolha do juiz piauiense.

Leia Também:  Tuíte de Bolsonaro sobre Covid-19 é sinalizado por ter "informações enganosas"

FACA NO PESCOÇO (2)

Um dos mais ferrenhos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, Silas Malafaia, também foi ao Twitter se posicionar sobre a possível indicação do desembargador Kássio Nunes ao STF. O pastor da Igreja Assembleia de Deus, escreveu que toda a esquerda, o centrão, os corruptos e todos os que são contra a Lava Jato agradecem” pela possível escolha de um nome que não é “terrivelmente evangélico” e “terrivelmente de direita”. Sabe o que Bolsonaro respondeu? Nada!

PEGOU MAL

A candidata do PT à Prefeitura do Rio de Janeiro, Benedita da Silva, teve o nome retirado da lista de Personalidades Negras da Fundação Palmares. O presidente da entidade, Sérgio Camargo, alegou que a decisão foi tomada por Benedita responder a um processo por improbidade administrativa. Em resposta, a deputada disse que o ato de Camargo é “abuso de poder”, relatou estar sendo atacada de forma racista nas redes sociais e afirmou que entrará na Justiça contra os agressores.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Bastidores da República

Governadores anunciam lockdown e Bolsonaro diz que estão na contramão

Publicados

em

LOCKDOWN NO DF

A volta do crescimento nos casos da Covid-19, aqui no Distrito Federal, fez o governo acender a luz vermelha.  O governador Ibaneis Rocha (MDB) determinou que a antecipação das medidas de contenção da pandemia e decreta lockdown total a partir da meia-noite desta sexta-feira (26). A ocupação de leitos de UTIs, na rede pública de saúde, chegou a 98,22%. De acordo com a Sala de Situação da Secretaria de Saúde, apenas um dos três leitos disponíveis é para adulto. Os outros são pediátricos e mais 11 estão bloqueados. Governadores do Sul e alguns do Nordeste também falam em lockdown.

CRÍTICAS AO LOCKDOWN

Quem não gostou “nadica de nada” dessa história de lockdown foi o presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, os governadores que “fecham tudo estão na contramão do que o povo quer”. “Vão para o meio do povo mesmo depois das eleições, porque durante as eleições é muito fácil. Eu quero ver é depois”, disparou Bolsonaro. A declaração ocorreu em Tianguá, no Ceará, durante a cerimônia de assinatura de ordens de serviço da Travessia local, das Variantes de Frios e Umirim e do Viaduto de Horizonte.

DESEMPREGO

Tudo parece conspirar para piorar a situação do emprego no país, que sofre com a pandemia da Covid-19. A taxa de desemprego avançou no Brasil em 2020 e encerrou o último trimestre do ano em 13,9%, percentual que corresponde a 13,9 milhões de desocupados no período. A análise da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada nesta sexta-feira (26) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), aponta para o aumento 13,5% na taxa média anual de brasileiros desocupados em 2020. Trata-se do maior percentual da série iniciada em 2012.

Leia Também:  Prefeitura de Sinop (MT) faz concurso com salário de até R$ 11 mil

DIVERGÊNCIA

Pelo que parece, a população está dividida quanto à privatização da Caixa Econômica Federal. Novo levantamento, encomendado pela Confederação Nacional do Transporte, mostra que 59,8% dos entrevistados rejeitam venda do banco público. A Caixa lidera relação de empresas que sociedade menos quer que seja vendida. De acordo com os dados, divulgados esta semana, apenas 28,6% das pessoas disseram ser a favor da privatização de estatais; 11,6% não souberam opinar ou não responderam. A pesquisa CNT/MDA foi realizada com 2.002 entrevistados, em 137 cidades de 25 estados, entre os dias 18 e 20 deste mês.

PELA EDUCAÇÃO

As novas universidades federais ganharam uma injeção de recursos da ordem de R$ 200 milhões. A proposta apresentada pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT) foi uma das três acatadas pela Comissão de Educação do Senado na quinta-feira. Entre elas está a Universidade Federal de Rondonópolis, a UFR, no Sul de Mato Grosso. A emenda deve constar do Orçamento Geral da União para 2021, a ser votada ainda no mês de março pelo Congresso Nacional. As demais universidades beneficiadas estão nos estados de Tocantins, Goiás, Pernambuco e Piauí.

Leia Também:  Secretaria de Estado de Educação inicia cadastro para pré-matrícula online de novos alunos

NOVA POLÊMICA

Uma nova discussão promete esquentar os ânimos aqui em Brasília. É que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 186, a PEC Emergencial, prevista para ser votada no Senado na terça-feira (02), pode representar um golpe fatal para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ao menos é o que dizem alguns senadores. Sobretudo, em função do artigo quarto do relatório assinado pelo senador Márcio Bittar (MDB/AC) à PEC 186, pelo fim de importante fonte de financiamento (funding) para o BNDES, ou seja, as transferências das contribuições do PIS-PASEP. Sem estes repasses o BNDES deixará de cumprir seu papel em várias frentes de mercados e sociais.

NOTÍCIA BOA

Para quem não apostava na chegada da Internet 5G ao Brasil, pode anotar essa data: julho de 2022. Quem definiu essa data foi a própria Anatel, que anunciou um leilão para quatro faixas de frequência que serão usadas nas transmissões de dados ainda neste semestre. A partir de agora, o governo deverá definir o preço dos lances dos blocos que serão leiloados. Para isso, o Tribunal de Contas da União (TCU) precisa analisar a oferta em até 150 dias, e julgue em 50 dias.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA