Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

BASTIDORES DA REPÚBLICA

Lideranças do MDB evitam jantar com Lula em Brasília

Publicados

em

Expressivas lideranças  do MDB não compareceram  ao jantar de recepção ao ex-presidente Lula da Silva em Brasília, ocorrido recentemente  na residência do ex-senador Eunício de Oliveira. A expectativa era a de que Lula se encontrasse com cerca de 10 caciques, mas houve uma sequência de ausências. Aliado declarado do ex-presidente, Renan Calheiros (MDB-AL) avisou que só volta a conversar com o petista após a conclusão da CPI da Covid. O senador Eduardo Braga (MDB-AM),que também integra a comissão, foi pelo mesmo caminho e preferiu não ir. Segundo fontes que movimentam os bastidores da política em Brasília, José Sarney está em São Luís cuidando do futuro do político do clã . O senador  Jader Barbalho continua em tratamento de saúde em Belém, e evita viagens por causa do Covid-19, mesmo vacinado. Estiveram presentes alguns poucos convidados empresários de Brasília e políticos sem expressão nacional.

PALAVRA DO PRESIDENTE

STF julga se Bolsonaro pode depor por escrito no inquérito sobre a PF | Congresso em FocoO presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, na manhã desta sexta-feira (8/10), que a economia do Brasil foi a que menos sofreu, em relação aos outros países, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.“Um dos países que menos sofreu na economia, com a pandemia, fomos nós. Inglaterra aumentou 300% o gás e, na Europa, a média foi 200%. Os alimentos estão em falta lá, não apenas a inflação. Pessoal reclama daqui, mas aqui estamos pagando a política do ‘fica em casa e a economia a gente vê depois’. Eu falei que não podia fazer isso, tá recuperando”, afirmou o mandatário. O momento foi gravado e divulgado por um canal simpatizante do governo.

CORTES DE RECURSOS

Continua a sequência de corte de recursos do governo federal. Desta vez, o Ministério da Economia diminuiu em 87% o encaminhamento de verbas para o setor de ciência e tecnologia neste ano – a queda foi de R$ 690 milhões para R$ 89,8 milhões. A perda do dinheiro com outras áreas frustrou pesquisadores, que já contavam com o dinheiro em 2021. Em sua decisão, o ministério alega que a proposta de orçamento para 2022 aumentará consideravelmente os recursos para projetos de pesquisa.

RESUMO

Como é gerada a energia nuclear? - Azeheb

O Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN) 16,  abria um crédito suplementar de R$ 690 milhões para o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações no orçamento deste ano. Do montante total, R$ 34,578 milhões iriam para a Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen) e os R$ 655,421 milhões restantes seriam destinados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) – que apoia os programas e projetos prioritários de desenvolvimento científico e tecnológico nacionais

Leia Também:  Médica do MT Saúde garante que todas vacinas são eficazes e seguras

AVALIAÇÃO

O presidente Jair Bolsonaro deveria demitir o ministro da Economia, Paulo Guedes, para 64% da população brasileira, mostra pesquisa do Instituto Realtime Big Data encomendada pela Record TV. Para uma parcela ainda maior dos entrevistados (68%), Guedes não tem condições de permanecer no cargo e 64% reprovam a gestão dele à frente do superministério. O instituto ouviu mil pessoas de todas as regiões do país por telefone nesta quinta-feira (7). O levantamento tem margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e nível de confiança de 95%. De acordo com os dados, somente 21% dos entrevistados avaliam positivamente a atuação de Guedes e 15% não souberam avaliar ou preferiram não responder.

FORA DA PF

Paulo Maiurino é o novo diretor-geral da Polícia Federal

O diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, decidiu trocar o superintendente no Distrito Federal, delegado Hugo de Barros Correia. O diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, decidiu trocar o superintendente no Distrito Federal, delegado Hugo de Barros Correia. Barros comandava a superintendência do DF desde maio deste ano. Segundo fontes ouvidas pela GloboNews, ele foi avisado na noite desta quinta-feira (7) que seria tirado do cargo.É na superintendência do DF que está o inquérito sobre Jair Renan, o filho mais novo do presidente Jair Bolsonaro. O inquérito foi aberto a pedido do Ministério Público após denúncia de possível tráfico de influência e lavagem de dinheiro feita contra Jair Renan por parlamentares de oposição ao governo. O objetivo é investigar o filho de Bolsonaro e a suposta atuação da empresa dele junto ao governo federal.

MAIS VACINAS

No dia em que o Brasil deve atingir oficialmente a marca de 600 mil vítimas da Covid-19, o Ministério da Saúde divulga o planejamento para a vacinação contra a doença em 2022. Os detalhes serão informados em entrevista coletiva do ministro Marcelo Queiroga no fim da tarde desta sexta-feira (8), em Brasília, mas já estão disponíveis em documento enviado à CPI da Pandemia no Senado. São estudados três cenários e todos incluem a população a partir de 12 anos. Mas os planos, por enquanto, esbarram no estoque de imunizantes disponíveis no Brasil, que só tem a garantia de 134,1 milhões de doses remanescentes -que ainda serão entregues- de contratos atuais da Pfizer, Astrazeneca e Janssen.

Leia Também:  Sancionada lei que incentiva instalação de usinas de oxigênio medicinal em Mato Grosso

DEU NA MÍDIA

 Após anos de negociação, ao menos 136 países, incluindo Estados Unidos e os membros da União Europeia, chegaram a um acordo global para tributar em pelo menos 15% as multinacionais, informou nesta sexta-feira a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que liderou as tratativas.O objetivo é coibir a evasão em paraísos fiscais e, também, encontrar um caminho para tributar as grandes empresas de tecnologia, que têm atuação global e, hoje, pagam poucos impostos.”O acordo de hoje tornará a tributação global mais justa e eficiente” afirmou Mathias Cormann, o secretário-geral da OCDE, em nota oficial da organização. “Agora precisamos ser diligentes em garantir a implementação desta grande reforma”, completou.

MAIS AUMENTOS

Economia - Petrobras anuncia novo aumento no preço da gasolina e do gás de cozinha

A Petrobras anunciou, nesta sexta-feira, 8, o aumento de 7,2% no preço da gasolina e do gás de cozinha. A partir deste sábado, o preço médio do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), passará de R$ 3,60 para R$ 3,86 por quilo. Com isso, os 13 quilos necessários para encher um botijão terão o custo de R$ 50,15 nas refinarias. No caso do combustível, houve um reajuste de R$ 0,20 por litro, passando de R$ 2,78 para R$ 2,98. Em nota, a estatal destaca que este é o primeiro aumento da gasolina em 58 dias e afirma que a mudança é importante “para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras”.

EXPLICAÇÃO

Ainda de acordo com a Petrobras, os reajustes “refletem parte da elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente ao crescimento da demanda mundial, e da taxa de câmbio, dado o fortalecimento do dólar em âmbito global”. Na última semana, a estatal aumentou o preço do óleo diesel em 8,9%, no primeiro reajuste em 85 dias. A alta ocorre em meio a alta do valor do barril.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Bastidores da República

‘Não vou dizer que meu governo não tem corrupção’, admite Bolsonaro

Publicados

em

Ganhou grande espaço no noticiário político a fala do presidente Jair Bolsonaro (PL), no sentido de quer não há como afirmar 100% que seu governo não tem corrupção. Nesta segunda-feira (06) aos apoiadores no “cercadinho” do Palácio do Planalto, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), afirmou que não há como afirmar 100% que seu governo não tem corrupção.
ASPAS DE BOLSONARO

Bolsonaro acena com filiação ainda neste ano | CNN Brasil
Bolsonaro disse que não consegue saber o que acontece com milhares de servidores, mas que a maioria é honesta. “Não vou dizer que no meu governo não tem corrupção. A gente não sabe o que acontece muitas vezes. Se tiver qualquer problema no meu governo a gente vai investigar aí. Não posso dar conta de mais de 20 mil servidores comissionados, ministérios com 300 mil funcionários. A grande maioria são (sic) pessoas honestas”, disse o presidente.
EVANGELICOS NO STF
Mais uma promessa… O presidente Jair Bolsonaro sinalizou nesta segunda-feira (6) que, se for reeleito em 2022, buscará emplacar mais dois ministros evangélicos para o STF (Supremo Tribunal Federal).A fala aconteceu em conversa com apoiadores na manhã de hoje, em Brasília, e foi captada pelo canal Foco do Brasil, no YouTube. “Se eu for candidato e for reeleito, a gente bota mais dois no início de 2023 lá [no Supremo]”, disse o presidente.
CATÒLICO DESDE CRIANCINHA

Apoiadores de Bolsonaro estão na Esplanada dos Ministérios para posse
A promessa foi feita após um apoiador, se referindo a Bolsonaro, dizer que sempre afirmava a outras pessoas que pressentia que, antes de morrer, veria uma pessoa evangélica no comando da República. O presidente, então, o corrigiu, afirmando não ser evangélico, mas católico – quem é declaradamente protestante, no caso, é a primeira-dama, Michelle Bolsonaro
BOLSOLÃO
Em meio à polêmica em torno das emendas de relator, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) busca pressionar o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), a criar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Orçamento Secreto. Além disso, Vieira busca “com urgência” assinaturas de outros senadores para engrossar o coro no pedido da “CPI do Bolsolão”..
MAIS UMA VÌTIMA
Ninguém escapa da violência que vem aumentando de forma significativa aqui em Brasília. A vítima desta vez foi o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Benjamin Zymler, que teve a casa invadida por dois bandidos, na tarde deste sábado (4). Um deles rendeu Zymler e colocou uma arma de fogo na cabeça do ministro. A residência fica no Lago Sul, área mais nobre de Brasília, formada apenas por casas, muitas delas mansões.
DEU NA MÍDIA
Os dois criminosos renderam também a mulher e a filha de Zymler. A informação é da coluna Grande Angular, do portal Metrópoles, que entrevistou o ministro. Ele disse que os homens pretendiam juntar a família e levá-la a um só cômodo, para roubar objetos de valor da residência .“Foi a primeira vez que colocaram uma arma na minha cabeça. Não levaram nada da casa, mas é uma situação bem chata”, contou Zymler.
CASTIGADO
Governador afastado do Tocantins joga pesado para reaver cargo no STJ | VEJA

Está inelegível o aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL), o governador afastado, Mauro Carlesse (PSL), que usou recursos públicos para beneficiar a prefeita de Gurupi, Josi Nunes nas eleições de 2020. Segundo a sentença do juiz Nilson Afonso, o governador foi condenado por “abuso de poder político por meio da utilização de bens e servidores públicos, uso de veículos oficiais, pagamentos de sites de notícias e distribuição de cestas básicas sem critérios objetivos durante o ano eleitoral”.
IGUALDADE
O espaço para mulheres e negros em cargos de chefia dentro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aumentou em 2021 sob a regra da paridade de gênero. Quatro estados elegeram mulheres pela primeira vez em 90 anos de OAB, por exemplo. No entanto, o caminho para a igualdade de gênero e racial dentro da entidade que representa os advogados brasileiros permanece estreito. A falta de diversidade e a hegemonia de homens brancos no poder se perpetuam por oito décadas. No Conselho Federal da OAB, por exemplo, desde 1933 nenhuma mulher ou negro ocupou a presidência.
ECONOMIA

Leia Também:  Reserva remunerada poderá ser novo caminho para generais

Mercado projeta inflação maior em 2021 | Brasil | Valor Econômico
O mercado financeiro prevê que a inflação oficial do país, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficará acima de 5% em 2022. Caso a projeção seja confirmada, representará o estouro da meta pelo segundo ano consecutivo. A informação consta do relatório Focus, divulgado nesta segunda-feira (6) pelo Banco Central (BC). As projeções foram colhidas na semana passada com mais de 100 instituições financeiras. A meta central de inflação para o ano que vem, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 3,5% e será considerada formalmente cumprida se ficar entre 2% e 5%. O mercado financeiro, porém, já projeta 5,02%.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA