Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

BASTIDORES DA REPÚBLICA

INVESTIMENTO: Governo cria Cédula de Produto Rural Verde

Publicados

em

No Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro assinou  nesta sexta-feira (1º,) decreto que cria a Cédula de Produto Rural (CPR) Verde. A cerimônia, em alusão aos mil dias do governo,  contou com a presença de diversas autoridades. De acordo com o Ministério da Economia, a CPR Verde é uma nova alternativa de mercado para as empresas interessadas em compensar voluntariamente a emissão de gases de efeito estufa, criando “oportunidades de investimentos agroambientais e incentivando a preservação do meio ambiente e de uma economia de baixo carbono”. Para o produtor rural que executa ações de preservação ambiental na sua área, será uma fonte de renda extra. Na prática, a CPR Verde representa um instrumento de pagamento por serviços ambientais (PSA), mecanismo econômico estabelecido no Código Florestal ) para fomentar a conservação do meio ambiente, bem como a adoção de tecnologias e boas práticas que conciliem a produtividade agropecuária e florestal, com redução dos impactos ambientais. A cédula será lastreada no estoque de carbono de vegetação nativa, na absorção de crédito de carbono da produção agropecuária e em outros benefícios ecossistêmicos. Para o ministro da Economia, Paulo Guedes, trata-se de uma “ferramenta extraordinária”. “Agora estamos definindo o direito de propriedade em relação ao carbono, na transição para uma economia livre de carbono”, afirmou Auxílio Brasil está “praticamente garantido”, afirma Guedes

ARTICULACAO

Guedes diz que ideia de que Brasil não vai crescer em 2022 é 'blá blá blá, é fake news' - Jornal O Globo

Durante a cerimonia no Planalto, o ministro da Economia, Paulo Guedes ainda  destacou a articulação com o Legislativo e disse que espera apoio para a aprovação da PEC dos precatórios, um pré-requisito para a criação do programa Auxílio Brasil, em substituição do Bolsa Família.“O Congresso vai nos ajudar. Precisamos da PEC dos Precatórios, que assegura espaço para os programas sociais e precisamos da reforma do Imposto de Renda. O Congresso aprovando isso, temos garantidos o Bolsa Família, subindo mais de 60%. O programa está praticamente garantido”, disse o ministro. Sobre os precatórios, ele disse ainda que aguarda sinalização do Supremo, mas que o governo dará seguimento à solução legislativa.

Leia Também:  Trabalhadores nascidos em abril podem sacar auxílio emergencial

DEU NA MÍDIA

O general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, trocou de cargo no Palácio do Planalto. A nomeação como assessor especial da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República foi publicada nesta sexta-feira (1º/10) em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).Desde junho, Pazuello ocupava o cargo de secretário de Estudos Estratégicos do órgão que foi extinto após mudança na estrutura da Secretaria. Ele continua subordinado ao almirante Flávio Rocha, atual secretário de Assuntos Estratégicos. No lugar da Secretaria de Estudos Estratégicos e da Secretaria de Planejamento Estratégico, foi criada a Diretoria de Projetos Estratégicos.

DEMANDA

Rodrigo Pacheco oficializa candidatura à presidência do Senado - Politica - Estado de Minas

Agora vai…O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), comentou nesta sexta-feira (1) sobre a demora na realização da sabatina de André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar a cadeira deixada por Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal (STF). Pacheco reconhece o atraso, e afirma que procura torná-la possível ainda no mês de outubro.A indicação de Mendonça está parada na Casa desde julho. De acordo com o senador, existem duas principais dificuldades enfrentadas para o agendamento da sabatina. A primeira é a análise por parte da Comissão de Cidadania e Justiça (CCJ) do Senado, que possui múltiplas demandas além da indicação para ministro do STF.

TRABALHO PRESENCIAL

O governo federal determinou o retorno dos servidores públicos ao trabalho presencial. De acordo com o anúncio, permanecerão em home office apenas os funcionários que tenham a saúde comprometida. A Secretaria de Gestão e de Desempenho Pessoal do Ministério da Economia exigirá declaração de vacinação completa há no mínimo 30 dias para o regresso, que deve ocorrer em 15 de outubro, data que a instrução normativa editada nesta sexta-feira (1º/10) passa a valer. “Todos os servidores e empregados públicos ficam elegíveis para fins de retorno ao trabalho presencial”, frisa trecho do documento.

Leia Também:  Emanuel Pinheiro anuncia entrega de nova UPA em Cuiabá em novembro

ECONOMIA

Os principais indicadores do mercado financeiro brasileiro operam no campo positivo nesta sexta-feira, 1º, a despeito do pessimismo no cenário internacional e o risco fiscal doméstico no radar dos investidores. Por volta das 11h10, o dólar registrava queda de 1,08%, a R$ 5,387. A divisa norte-americana encerrou a véspera com alta de 0,29%, a R$ 5,446. O desempenho fez o câmbio fechar setembro com avanço de 5,3%. Desde o início do ano, o dólar valorizou 5% ante o real. Ignorando o clima negativo nos principais mercados internacionais, o Ibovespa, referência da Bolsa de Valores brasileira, operava com alta de 0,81%, aos 111.875 pontos. O pregão desta quinta-feira, 30, encerrou com queda de 0,011%, a0s 110.979 pontos. O resultado fez o maior índice da B3 registrar queda de 6,5% em setembro, o pior saldo desde março de 2020. Desde janeiro, o Ibovespa acumula queda de 6,7%.

ESTATÍSTICA

Idosos na região central de Brasília.

Em 2030, o Brasil terá um número maior de idosos do que de crianças pela primeira vez na história. Em 2050, as pessoas com mais de 60 anos representarão 30% da população brasileira, um contingente de quase 70 milhões de pessoas. Será o dobro de participação em comparação ao ano 2000. Nesta sexta-feira, 1, é celebrado o Dia do Idoso. A data chama atenção para essa tendência demográfica e para a necessidade de incluir a população mais velha, social e profissionalmente.O cenário traz desafios sociais e econômicos. A expectativa de vida, que hoje é de 76,6 anos, aumentou em 31 anos desde a década de 40, impactando a previdência. A digitalização tende a excluir profissionais mais experientes do mercado, à medida que a tecnologia absorva funções gerenciais. Os mais velhos também sofrem com o estigma de serem mais conservadores e desatualizados tecnologicamente.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Bastidores da República

‘Não vou dizer que meu governo não tem corrupção’, admite Bolsonaro

Publicados

em

Ganhou grande espaço no noticiário político a fala do presidente Jair Bolsonaro (PL), no sentido de quer não há como afirmar 100% que seu governo não tem corrupção. Nesta segunda-feira (06) aos apoiadores no “cercadinho” do Palácio do Planalto, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), afirmou que não há como afirmar 100% que seu governo não tem corrupção.
ASPAS DE BOLSONARO

Bolsonaro acena com filiação ainda neste ano | CNN Brasil
Bolsonaro disse que não consegue saber o que acontece com milhares de servidores, mas que a maioria é honesta. “Não vou dizer que no meu governo não tem corrupção. A gente não sabe o que acontece muitas vezes. Se tiver qualquer problema no meu governo a gente vai investigar aí. Não posso dar conta de mais de 20 mil servidores comissionados, ministérios com 300 mil funcionários. A grande maioria são (sic) pessoas honestas”, disse o presidente.
EVANGELICOS NO STF
Mais uma promessa… O presidente Jair Bolsonaro sinalizou nesta segunda-feira (6) que, se for reeleito em 2022, buscará emplacar mais dois ministros evangélicos para o STF (Supremo Tribunal Federal).A fala aconteceu em conversa com apoiadores na manhã de hoje, em Brasília, e foi captada pelo canal Foco do Brasil, no YouTube. “Se eu for candidato e for reeleito, a gente bota mais dois no início de 2023 lá [no Supremo]”, disse o presidente.
CATÒLICO DESDE CRIANCINHA

Apoiadores de Bolsonaro estão na Esplanada dos Ministérios para posse
A promessa foi feita após um apoiador, se referindo a Bolsonaro, dizer que sempre afirmava a outras pessoas que pressentia que, antes de morrer, veria uma pessoa evangélica no comando da República. O presidente, então, o corrigiu, afirmando não ser evangélico, mas católico – quem é declaradamente protestante, no caso, é a primeira-dama, Michelle Bolsonaro
BOLSOLÃO
Em meio à polêmica em torno das emendas de relator, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) busca pressionar o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), a criar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Orçamento Secreto. Além disso, Vieira busca “com urgência” assinaturas de outros senadores para engrossar o coro no pedido da “CPI do Bolsolão”..
MAIS UMA VÌTIMA
Ninguém escapa da violência que vem aumentando de forma significativa aqui em Brasília. A vítima desta vez foi o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Benjamin Zymler, que teve a casa invadida por dois bandidos, na tarde deste sábado (4). Um deles rendeu Zymler e colocou uma arma de fogo na cabeça do ministro. A residência fica no Lago Sul, área mais nobre de Brasília, formada apenas por casas, muitas delas mansões.
DEU NA MÍDIA
Os dois criminosos renderam também a mulher e a filha de Zymler. A informação é da coluna Grande Angular, do portal Metrópoles, que entrevistou o ministro. Ele disse que os homens pretendiam juntar a família e levá-la a um só cômodo, para roubar objetos de valor da residência .“Foi a primeira vez que colocaram uma arma na minha cabeça. Não levaram nada da casa, mas é uma situação bem chata”, contou Zymler.
CASTIGADO
Governador afastado do Tocantins joga pesado para reaver cargo no STJ | VEJA

Está inelegível o aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL), o governador afastado, Mauro Carlesse (PSL), que usou recursos públicos para beneficiar a prefeita de Gurupi, Josi Nunes nas eleições de 2020. Segundo a sentença do juiz Nilson Afonso, o governador foi condenado por “abuso de poder político por meio da utilização de bens e servidores públicos, uso de veículos oficiais, pagamentos de sites de notícias e distribuição de cestas básicas sem critérios objetivos durante o ano eleitoral”.
IGUALDADE
O espaço para mulheres e negros em cargos de chefia dentro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aumentou em 2021 sob a regra da paridade de gênero. Quatro estados elegeram mulheres pela primeira vez em 90 anos de OAB, por exemplo. No entanto, o caminho para a igualdade de gênero e racial dentro da entidade que representa os advogados brasileiros permanece estreito. A falta de diversidade e a hegemonia de homens brancos no poder se perpetuam por oito décadas. No Conselho Federal da OAB, por exemplo, desde 1933 nenhuma mulher ou negro ocupou a presidência.
ECONOMIA

Leia Também:  Coisas da Política: Tudo é incerto em 2022

Mercado projeta inflação maior em 2021 | Brasil | Valor Econômico
O mercado financeiro prevê que a inflação oficial do país, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficará acima de 5% em 2022. Caso a projeção seja confirmada, representará o estouro da meta pelo segundo ano consecutivo. A informação consta do relatório Focus, divulgado nesta segunda-feira (6) pelo Banco Central (BC). As projeções foram colhidas na semana passada com mais de 100 instituições financeiras. A meta central de inflação para o ano que vem, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 3,5% e será considerada formalmente cumprida se ficar entre 2% e 5%. O mercado financeiro, porém, já projeta 5,02%.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA