Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

BASTIDORES DA REPÚBLICA

Bolsonaro evita polemizar reeleição e diz que não sabe se será candidato em 2022

Publicados

em

ESTOU FORA, POR ENQUANTO

Em conversa com apoiadores nesta sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro disse não saber se será candidato à reeleição em 2022. Em tom irônico, o chefe do Executivo disse que quem critica seu governo terá “excelentes opções” de voto nas próximas disputas eleitorais e citou os ex-presidenciáveis Fernando Haddad, Ciro Gomes e Marina Silva. Apesar da fala, Bolsonaro afirmou em seguida que “tem muita gente boa no Brasil”. “Tem muita gente melhor do que eu por aí”, comentou.

AGORA É OFICIAL

O nome do desembargador Kassio Nunes Marques, do Tribunal Regional Federal da 1° Região, para a vaga do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (02). No documento, Jair Bolsonaro encaminha o nome do desembargador para sabatina no Senado. No mesmo Diário Oficial, o presidente concede, ainda, a partir do próximo dia 13, a aposentadoria do ministro do STF, Celso de Mello.

AGRADOU AO CENTRÃO

A escolha de Kassio Marques agradou a uma ala do Supremo e a políticos do Centrão, que querem enfraquecer a Lava Jato, mas foi alvo de críticas por militantes bolsonaristas. Mensagens que circularam pelo WhatsApp e em plataformas como Twitter e Facebook lembravam que o desembargador foi indicado para o Tribunal Regional Federal da 1ª. Região (TRF-1), em 2011, pela então presidente Dilma Rousseff (PT). Citavam, ainda, sua ligação com o governador do Piauí, Wellington Dias, também do PT.

MUITA TUBAÍNA

Em live transmitida nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro enalteceu a escolha por Kassio Nunes para a vaga de Celso de Mello no STF. De acordo com o presidente, ele escolheu o magistrado em razão da proximidade. “O Kassio Nunes já tomou muita tubaína comigo. Não adianta ser indicado pelas mais altas autoridades”, justificou. Ele ainda defendeu Kassio das acusações que vem recebendo dos grupos mais radicais de apoiadores do presidente – como a de ser “petista” e a de ter liberado, em maio de 2019, que o Supremo pudesse comprar lagostas e vinhos. A aquisição dos itens havia sido impedida por uma juíza federal. O presidente disse que isso não tira as qualificações de Kassio.

Leia Também:  TRIBUTO PERIGOSO: Paulo Guedes insiste com o Senado para criar “imposto do pecado”

BANHO MARIA

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), avisou nesta sexta-feira, que a sabatina de Kassio Nunes Marques, indicado ao Supremo Tribunal Federal, não ocorrerá antes do dia 13 de outubro, quando o ministro Celso de Mello se aposenta. A medida, segundo ela, é uma forma de “respeito” ao decano da Corte. A votação deve ser secreta e com a presença dos senadores em Brasília. Para ter a sua indicação ao Supremo confirmada, Marques precisa do aval de 41 dos 81 senadores.

DEPOIMENTO ADIADO

O ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, terá que aguardar para depois a Policia Federal no inquérito que apura manifestações antidemocráticas. O depoimento estava previsto para esta tarde, mas, por questões de logística, precisou ser adiado. Ainda não há a confirmação de uma nova data. O inquérito foi aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em abril e a PF cumpriu em junho 26 mandados de busca e apreensão em cinco estados e no Distrito Federal. Dentre os alvos, estavam o publicitário Sérgio Lima e o empresário Luís Felipe Belmonte, do Aliança pelo Brasil. Também estavam na mira as deputadas federais Bia Kicis (PSL-DF) e Carla Zambelli (PSL-SP), dentre vários outros nomes.

Leia Também:  Guerra de egos termina com exoneração no ICMBio e mostra fragilidade no Meio Ambiente

FAKE NEWS

Eleitores de todos os estados brasileiros (neste ano o DF não tem eleição) já enviaram reclamações pelo Pardal nesta primeira semana de campanha, e o que chama a atenção nos números é que as cidades que lideram esse ranking não são as maiores, onde está a imensa maioria dos votantes. É no interior que as denúncias de fake news estão quentes nesta largada.

TRUMP DE QUARENTENA

A Covid-19 chegou ao endereço mais cobiçado por um político no planeta: a Casa Branca. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que está com a doença e deu início à quarentena na madrugada desta sexta-feira.  A notícia causa uma reviravolta na corrida eleitoral americana, e os efeitos do diagnóstico, que é feito a 32 dias do pleito, ainda são incertos. Enquanto isso, Joe Biden anunciou que testou negativo para covid-19 e continua a pleno vapor na corrida presidencial dos EUA.

BALDE DE ÁGUA FRIA

Policiais civis aqui de Brasília estão em polvorosa. É que a pandemia da Covid-19 jogou um balde de água fria na intenção da categoria de ter paridade com os salários da Polícia Federal. Dificilmente terão mais do que os 8% autorizados pelo presidente Jair Bolsonaro. Não fosse a pandemia, a Civil teria quatro parcelas de aumento retroativo, sendo a última agora, em outubro de 2020, que comporia um aumento final de 36,709%. Não houve, no entanto, acordo. Foi um balde de água fria nos ânimos dos policiais.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Bastidores da República

Governadores anunciam lockdown e Bolsonaro diz que estão na contramão

Publicados

em

LOCKDOWN NO DF

A volta do crescimento nos casos da Covid-19, aqui no Distrito Federal, fez o governo acender a luz vermelha.  O governador Ibaneis Rocha (MDB) determinou que a antecipação das medidas de contenção da pandemia e decreta lockdown total a partir da meia-noite desta sexta-feira (26). A ocupação de leitos de UTIs, na rede pública de saúde, chegou a 98,22%. De acordo com a Sala de Situação da Secretaria de Saúde, apenas um dos três leitos disponíveis é para adulto. Os outros são pediátricos e mais 11 estão bloqueados. Governadores do Sul e alguns do Nordeste também falam em lockdown.

CRÍTICAS AO LOCKDOWN

Quem não gostou “nadica de nada” dessa história de lockdown foi o presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, os governadores que “fecham tudo estão na contramão do que o povo quer”. “Vão para o meio do povo mesmo depois das eleições, porque durante as eleições é muito fácil. Eu quero ver é depois”, disparou Bolsonaro. A declaração ocorreu em Tianguá, no Ceará, durante a cerimônia de assinatura de ordens de serviço da Travessia local, das Variantes de Frios e Umirim e do Viaduto de Horizonte.

DESEMPREGO

Tudo parece conspirar para piorar a situação do emprego no país, que sofre com a pandemia da Covid-19. A taxa de desemprego avançou no Brasil em 2020 e encerrou o último trimestre do ano em 13,9%, percentual que corresponde a 13,9 milhões de desocupados no período. A análise da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada nesta sexta-feira (26) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), aponta para o aumento 13,5% na taxa média anual de brasileiros desocupados em 2020. Trata-se do maior percentual da série iniciada em 2012.

Leia Também:  Mais de 50% da população indígena já foi vacinada contra a Covid-19

DIVERGÊNCIA

Pelo que parece, a população está dividida quanto à privatização da Caixa Econômica Federal. Novo levantamento, encomendado pela Confederação Nacional do Transporte, mostra que 59,8% dos entrevistados rejeitam venda do banco público. A Caixa lidera relação de empresas que sociedade menos quer que seja vendida. De acordo com os dados, divulgados esta semana, apenas 28,6% das pessoas disseram ser a favor da privatização de estatais; 11,6% não souberam opinar ou não responderam. A pesquisa CNT/MDA foi realizada com 2.002 entrevistados, em 137 cidades de 25 estados, entre os dias 18 e 20 deste mês.

PELA EDUCAÇÃO

As novas universidades federais ganharam uma injeção de recursos da ordem de R$ 200 milhões. A proposta apresentada pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT) foi uma das três acatadas pela Comissão de Educação do Senado na quinta-feira. Entre elas está a Universidade Federal de Rondonópolis, a UFR, no Sul de Mato Grosso. A emenda deve constar do Orçamento Geral da União para 2021, a ser votada ainda no mês de março pelo Congresso Nacional. As demais universidades beneficiadas estão nos estados de Tocantins, Goiás, Pernambuco e Piauí.

Leia Também:  Ministro da Cidadania , Onyx Lorenzoni, tem exame positivo de covid-19

NOVA POLÊMICA

Uma nova discussão promete esquentar os ânimos aqui em Brasília. É que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 186, a PEC Emergencial, prevista para ser votada no Senado na terça-feira (02), pode representar um golpe fatal para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ao menos é o que dizem alguns senadores. Sobretudo, em função do artigo quarto do relatório assinado pelo senador Márcio Bittar (MDB/AC) à PEC 186, pelo fim de importante fonte de financiamento (funding) para o BNDES, ou seja, as transferências das contribuições do PIS-PASEP. Sem estes repasses o BNDES deixará de cumprir seu papel em várias frentes de mercados e sociais.

NOTÍCIA BOA

Para quem não apostava na chegada da Internet 5G ao Brasil, pode anotar essa data: julho de 2022. Quem definiu essa data foi a própria Anatel, que anunciou um leilão para quatro faixas de frequência que serão usadas nas transmissões de dados ainda neste semestre. A partir de agora, o governo deverá definir o preço dos lances dos blocos que serão leiloados. Para isso, o Tribunal de Contas da União (TCU) precisa analisar a oferta em até 150 dias, e julgue em 50 dias.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA