Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

COLUNA JPM

Bolsonaro cura ressaca da Covid usando chapéu de vaqueiro, montado a cavalo e curtindo a sua  popularidade no nordeste

Publicados

em

NA ESTRADA

Allan Santos PR

Depois da cura da Covid-19 e do crescimento repentino na aprovação do seu governo, o presidente Jair Bolsonaro caiu na estrada e foi à Bahia inaugurar o Sistema Integrado de Abastecimento de Água na cidade de Campo Alegre. Bolsonaro deixou claro que não se trata de campanha à reeleição, já que a visita já estava prevista para o início do mês e foi adiada após diagnóstico da doença. A visita teve direito a montaria em cavalo e chapéu de vaqueiro na cabeça. Bem ao estilo nordestino.

NOVO CANGAÇO

A ação de 40 assaltantes de banco na madrugada desta quinta-feira em Botucatu, interior de São Paulo, trouxe de volta a polêmica em torno da prática que ficou conhecida como “novo cangaço”. Será que os malfeitores estão de volta?  Além do medo, de dois policiais feridos e armas de grosso calibre apontadas para a população, fica a pergunta: Além da Covid o brasileiro agora terá que enfrentar cangaceiros?

DOEU NO BOLSO

A crise provocada pela Covid-19, quem diria, bateu à porta da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Distrito Federal (OAB-DF). A entidade demitiu, nesta quinta-feira, 45 funcionários, que representam em torno de 20% do quadro total de empregados. A maioria trabalhava na área administrativa. A origem das demissões, segundo a Ordem, é a inadimplência das anuidades. Cerca de 60% dos filiados deixaram de pagar os boletos, o que causou prejuízo de nada menos que R$ 10 milhões na receita de 2020.

Leia Também:  POLÊMICA: STF decide nesta quarta-feira (3) se amante tem direito a receber pensão. Confira outras informações na coluna JPM de hoje

PROCURA-SE FHC

O ideólogo e orientador político dos tucanos, ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, desapareceu das redes sociais. Por que será? O sumiço se deu depois que seus colegas de sigla Geraldo Alkmin e José Serra foram parar nas páginas policiais. Os tucanos foram acusados de corrupção e, há 19 dias, FHC não posta uma só linha na sua conta no Twitter.

COVID NO PLANALTO

Allan Santos PR

A Covid-19 continua fazendo vítimas na área de abrangência do Palácio do Planalto. Michelle Bolsonaro anunciou que foi diagnosticada e a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República também confirmou o diagnóstico. A primeira-dama segue os protocolos e passa bem, segundo nota oficial. A Covid também não poupou o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes. Antes dele, Onyx Lorenzoni, do Ministério da Cidadania, Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, e Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia também testaram positivo.

QUESTÃO DAS ARMAS

O presidente Jair Bolsonaro escalou mais um militar para assessorar o governo. Um coronel da reserva do Exército foi escalado para ajudar na elaboração de normas para o setor armamentista, com a finalidade de evitar novas reviravoltas. Valdir Campoi Junior, instrutor de armamento e tiro, foi nomeado como assessor na Secretaria-Geral da Presidência para revisar atos relacionados aos chamados CACs –– colecionadores, atiradores e caçadores. O militar terá a missão de elaborar normas que não deem margem a contestações.

Leia Também:  Bolsonaro e Guedes entram em rota de colisão e aposta por queda do ministro continua em alta

SAIA CURTA

A futura presidente do TCU, ministra Ana Arraes, passou por constrangimento ao ser xingada por um servidor da Corte durante sessão virtual e acendeu o sinal vermelho da extrema atenção. Descuidada, a ministra entendeu que o subprocurador Lucas Rocha Furtado havia pedido vista. Após a ministra conceder o pedido, o chefe de gabinete do integrante do Ministério Público junto ao tribunal a criticou com xingamentos. “Não pediu vistas, p***!”, reagiu o servidor, sem perceber que o microfone estava aberto. Esse dançou! Já a ministra, saiu educadamente da saia curta.

INQUISIÇÃO

A CNBB fará reunião de emergência para discutir o vazamento de uma carta em que bispos chamam Bolsonaro de incapaz em relação á Covid-19. Segundo a Confederação nacional dos Bispos, há pelo menos 368 padres infectados e já ocorreram 21 mortes. O texto vazou no domingo e causou mal estar entre a cúpula da Igreja Católica no Brasil. Nada que uma benção ou perdão não resolva. O quer não pode é virar inquisição, até porque, padre também tem o direito de reclamar e contestar.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Bastidores da República

Jair Bolsonaro fala à ONU na terça e rebaterá críticas feitas ao governo

Publicados

em

EM DEFESA DO BRASIL

O discurso mais esperado do presidente Jair Bolsonaro será proferido nesta terça-feira, na abertura dos debates da 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). A fala do presidente foi gravada e irá rebater as críticas feitas em relações às queimadas na Amazônia e no Pantanal. Bolsonaro vai alegar que o Brasil tem avançado na implementação da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Deve destacar que a preservação ambiental tem que seguir junto com o desenvolvimento econômico. O evento será virtual.

RISCO CRÍTICO

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou neste domingo (20) que as queimadas que atingem o Pantanal representam um “risco crítico ao bioma” e que é preciso “reverter o quadro de descaso pela política ambiental”. De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em 19 dias de setembro, a Floresta Amazônica teve 26.656 focos de calor detectados. O número já é 34% superior ao registrado no mês inteiro de 2019: 19.925.

DINHEIRO DE VOLTA

O ministro Marco Aurélio, do STF, autorizou a livre movimentação de mais de R$ 500 milhões da Andrade Gutierrez Engenharia que estavam bloqueados por decisão do TCU. A indisponibilidade de bens foi decretada pela Corte de Contas em maio de 2018 no âmbito de auditoria que fiscalizou as obras civis da Usina Termonuclear de Angra 3, pelo prazo de um ano. A fixação de tal montante levou em consideração “bens necessários para garantir o integral ressarcimento do débito que era investigado, no valor original de R$ 290.613.598,39”.

Leia Também:  CARGA TRIBUTARIA: Brasileiros já pagaram mais de 2,3 trilhões de reais em impostos em 2018. Confira outras informações na coluna JPM desta quinta-feira (20)

RECURSOS PRA DEFESA

O Ministério da Defesa decidiu levar adiante um projeto de sistemas de satélite com preço estimado pelos próprios militares em R$ 577,9 milhões e previsão de ficar pronto só em 2026. Boa parte dos recursos está atrelada a dinheiro da Operação Lava Jato, retirado de indenizações pagas pela Petrobras. Em vez do INPE, os recursos vão reforçar o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), controlado pela Defesa.

ESTOU AQUI

O apresentador de TV Luciano Huck (sem partido) parece ter tomado gosto pela política. Ele não encabeça nenhuma pesquisa, mas aparece no rodapé de algumas. Cotado para disputar a Presidência em 2022, Huck chamou para si nesta segunda, 21, o protagonismo em debater e propor medidas para transformações sociais, econômicas e ambientais no País. Em reunião do Conselho Político e Social (Cops) da Associação Comercial de São Paulo, ele disse querer “mobilizar, liderar e fomentar uma geração”. Questionado se ele teria coragem pra ser candidato respondeu: Estou aqui.

Leia Também:  Caixa paga hoje abono salarial para nascidos em setembro

RETORNO TEMPORÁRIO

Depois de seis meses de sessões remotas por causa da pandemia de coronavírus, o Senado voltará a fazer votações presenciais nesta semana. O retorno temporário, previsto para ocorrer entre esta segunda-feira (21) e a próxima sexta-feira (25), tem um motivo: a análise de indicados para embaixadas brasileiras no exterior, para o Superior Tribunal Militar e para o CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

NOVO NORMAL

De acordo com o regimento do Senado, essas votações precisam ser secretas, o que, por motivos de segurança, não é possível no sistema de deliberação remota, que tem sido utilizado desde 20 de março. Nesse sistema, poucos senadores e servidores ficam presencialmente em uma sala do Senado, enquanto os demais participam de suas casas ou gabinetes. Na próxima semana, os parlamentares devem voltar ao sistema de deliberação remota.

TOLERÂNCIA ZERO

A Câmara dos Deputados deve retomar nesta segunda-feira (21) a votação do Novo Código Nacional de Trânsito. O texto retornou do Senado com uma punição mais severa para o condutor embriagado que cometer homicídio ou lesão corporal culposo. Ou seja, tendo intenção ou não, essa pessoa poderá ser punida com prisão porque dirigia bêbada ou sob a influência de substâncias psicoativas.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA