Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

BASTIDORES DA REPÚBLICA

Bolsonaro chuta o balde e “mela” compra de vacina em parceria com Instituto Butantan, de São Paulo

Publicados

em

ESSE CARA SOU EU

REUTERS/Adriano Machado

Quem manda no governo? Jair Bolsonaro é claro? Na verdade, o presidente vive dando provas de que é centralizador e de que tudo tem que passar por ele. O episódio mais recente foi o cancelamento do protocolo de intenção da compra de vacina chinesa Coronavac. Todo o processo de parceria para compra de 46 milhões de doses com o Instituto Butantan havia sido encaminhado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, mas Bolsonaro tratou de amenizar a situação justificando que houve uma distorção por parte do governador de São Paulo, João Dória. Bolsonaro bateu de frente com Dória, mas deixou Pazuello magoado.

BOA SACADA

Depois da visibilidade do Caixa Tem durante a pandemia, o programa poderá se tornar um banco com ações negociadas na bolsa. Em conversa com investidores estrangeiros o ministro Paulo Guedes afirmou que o governo brasileiro criou um banco digital na pandemia ao digitalizar 64 milhões de pessoas para pagar o auxílio emergencial. Ou seja, estão de olho no banco de dados que se formou com os CPFs. Segundo Guedes, muitas dessas pessoas não tinham conta em banco antes disso. Por isso, devem ser fiéis ao banco que lhes deu essa oportunidade.

RINDO À TOA

O presidente Jair Bolsonaro está rindo à toa com a arrecadação federal, que subiu 1,97% em setembro, no segundo mês de alta. No acumulado do ano, contudo, a arrecadação de impostos, contribuições e demais receitas federais acumulam uma queda de 11,7% devido à pandemia. Segundo a área econômica do governo, o resultado só não foi maior por conta do aumento de 38,9% das compensações tributárias e da isenção do IOF crédito, anunciada no início da pandemia.

Leia Também:  Secretaria de Segurança lança operação para garantir segurança nas eleições 2020

SETE VIDAS

O ministro da Economia, Paulo Guedes, está igual a gato. Parece ter sete vidas. Mesmo com os constantes boatos de que está à beira da fritura, o próprio Guedes diz que será demitido nos próximos meses. Talvez lhe reste uma vida ainda. Ele falou sobre a permanência no governo em tom descontraído durante uma videoconferência com investidores do Milken Institute e parece estar afinado com o presidente Jair Bolsonaro. “Eu acho que é hora de vir para o Brasil. É o país apropriado para dinheiro bom e de longo prazo, investimento privado”.

LADO MAIS FRACO

No Brasil a inflação para famílias mais pobres é 10 vezes maior que para mais ricas em 2020. Enquanto os de menor renda acumulam uma alta de 2,5% até setembro, os mais abastados ficaram com uma taxa de 0,2%. Os dados são do indicador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) de inflação por faixa de renda. A explicação para essa diferença no peso da inflação para famílias ricas e pobres está principalmente no aumento expressivo de preços de alimentos neste ano.

GUERRA DOS SEXOS

Apesar da obrigatoriedade da cota de 30% nos cargos eletivos, o Brasil ocupa 140º lugar de 193 no ranking de representação feminina na política. Em média, nos países, cerca de 25% dos cargos públicos são ocupados por mulheres. Índice se aproximou de 10% nas últimas eleições no País. O país é ainda destaque negativo na América Latina. Segundo estudo realizado pelo PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) e pela ONU Mulheres, o Brasil está em 9º lugar entre 11 países da região com relação a direitos políticos femininos.

Leia Também:  Pequenas empresas aquícolas podem ser liberadas de licenciamento ambiental

VARREDURA

O senador licenciado Chico Rodrigues (DEM-RR), o do dinheiro na cueca, agora é o principal alvo da imprensa. Em estratégia combinada com a cúpula do Senado, Rodrigues pediu licença de quatro meses após ser flagrado pela PF com R$ 33.150 escondido entre as nádegas. O fato agora é que o parlamentar continua com imóvel funcional e plano de saúde pago com dinheiro público. Por outro lado, Rodrigues ficou sem o salário mensal de R$ 33.763,00 e demais verbas a que tem direito no gabinete. No entanto, o filho, Pedro Rodrigues, que o primeiro suplente, ficou com a vaga e o salário do pai. Ou seja, tudo em casa.

VARREDURA (2)

Sérgio Lima/PODER 360

Outro senador que também está na mira da imprensa e Collor de Mello (Pros-AL). Ele é alvo de ação que investiga esquema de propina no Ibama entre 2014 e 2015 para intervenções no órgão.  A operação que investiga o esquema, Batizada de Quinto Ato, é desdobramento da Operação Politéia, deflagrada pela PF em 2015. Segundo as investigações, a atuação de Collor visava a liberação da licença ambiental de instalação do Porto Pontal Paraná Importação e Exportação SA, no Estado do Paraná.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Bastidores da República

Governadores anunciam lockdown e Bolsonaro diz que estão na contramão

Publicados

em

LOCKDOWN NO DF

A volta do crescimento nos casos da Covid-19, aqui no Distrito Federal, fez o governo acender a luz vermelha.  O governador Ibaneis Rocha (MDB) determinou que a antecipação das medidas de contenção da pandemia e decreta lockdown total a partir da meia-noite desta sexta-feira (26). A ocupação de leitos de UTIs, na rede pública de saúde, chegou a 98,22%. De acordo com a Sala de Situação da Secretaria de Saúde, apenas um dos três leitos disponíveis é para adulto. Os outros são pediátricos e mais 11 estão bloqueados. Governadores do Sul e alguns do Nordeste também falam em lockdown.

CRÍTICAS AO LOCKDOWN

Quem não gostou “nadica de nada” dessa história de lockdown foi o presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, os governadores que “fecham tudo estão na contramão do que o povo quer”. “Vão para o meio do povo mesmo depois das eleições, porque durante as eleições é muito fácil. Eu quero ver é depois”, disparou Bolsonaro. A declaração ocorreu em Tianguá, no Ceará, durante a cerimônia de assinatura de ordens de serviço da Travessia local, das Variantes de Frios e Umirim e do Viaduto de Horizonte.

DESEMPREGO

Tudo parece conspirar para piorar a situação do emprego no país, que sofre com a pandemia da Covid-19. A taxa de desemprego avançou no Brasil em 2020 e encerrou o último trimestre do ano em 13,9%, percentual que corresponde a 13,9 milhões de desocupados no período. A análise da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada nesta sexta-feira (26) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), aponta para o aumento 13,5% na taxa média anual de brasileiros desocupados em 2020. Trata-se do maior percentual da série iniciada em 2012.

Leia Também:  Sancionada lei de apoio ao esporte com veto a auxílio emergencial a atletas

DIVERGÊNCIA

Pelo que parece, a população está dividida quanto à privatização da Caixa Econômica Federal. Novo levantamento, encomendado pela Confederação Nacional do Transporte, mostra que 59,8% dos entrevistados rejeitam venda do banco público. A Caixa lidera relação de empresas que sociedade menos quer que seja vendida. De acordo com os dados, divulgados esta semana, apenas 28,6% das pessoas disseram ser a favor da privatização de estatais; 11,6% não souberam opinar ou não responderam. A pesquisa CNT/MDA foi realizada com 2.002 entrevistados, em 137 cidades de 25 estados, entre os dias 18 e 20 deste mês.

PELA EDUCAÇÃO

As novas universidades federais ganharam uma injeção de recursos da ordem de R$ 200 milhões. A proposta apresentada pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT) foi uma das três acatadas pela Comissão de Educação do Senado na quinta-feira. Entre elas está a Universidade Federal de Rondonópolis, a UFR, no Sul de Mato Grosso. A emenda deve constar do Orçamento Geral da União para 2021, a ser votada ainda no mês de março pelo Congresso Nacional. As demais universidades beneficiadas estão nos estados de Tocantins, Goiás, Pernambuco e Piauí.

Leia Também:  Governo recebe propostas de parceria para concessão de 419 km de rodovias

NOVA POLÊMICA

Uma nova discussão promete esquentar os ânimos aqui em Brasília. É que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 186, a PEC Emergencial, prevista para ser votada no Senado na terça-feira (02), pode representar um golpe fatal para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ao menos é o que dizem alguns senadores. Sobretudo, em função do artigo quarto do relatório assinado pelo senador Márcio Bittar (MDB/AC) à PEC 186, pelo fim de importante fonte de financiamento (funding) para o BNDES, ou seja, as transferências das contribuições do PIS-PASEP. Sem estes repasses o BNDES deixará de cumprir seu papel em várias frentes de mercados e sociais.

NOTÍCIA BOA

Para quem não apostava na chegada da Internet 5G ao Brasil, pode anotar essa data: julho de 2022. Quem definiu essa data foi a própria Anatel, que anunciou um leilão para quatro faixas de frequência que serão usadas nas transmissões de dados ainda neste semestre. A partir de agora, o governo deverá definir o preço dos lances dos blocos que serão leiloados. Para isso, o Tribunal de Contas da União (TCU) precisa analisar a oferta em até 150 dias, e julgue em 50 dias.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA