Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

LEI

Secel apresenta informações de editais que irão fomentar mais de 500 projetos culturais

Publicados

em

Nos próximos dias, a cultura mato-grossense terá acesso a variadas fontes de fomento que irão assegurar a retomada do setor. Com recursos da Lei Aldir Blanc, mais de 500 projetos poderão ser realizados por meio dos editais da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). No total, serão investidos quase R$ 25 milhões.

O processo para abertura dos editais está em fase final. Devido ao caráter emergencial, haverá um curto prazo para inscrição após o lançamento, por isso a secretaria estadual orienta para que os interessados comecem a estruturar seus projetos.

“Pela urgência em minimizar o impacto da pandemia no setor cultural, tudo precisa ser muito rápido. Então, preparem-se. É importante que o projeto já tenha pelo menos a concepção inicial, com objetivo, motivo, duração, número de envolvidos e público que será atingido. Teremos editais para todas as ações culturais e artísticas. É uma oportunidade única que não pode ser perdida”, adianta o titular da Secel, Alberto Machado.

Serão cinco editais que abrangerão diferentes possibilidades de ações em cada um deles. Abrangendo todos os segmentos culturais, as seleções públicas preveem demanda livre para a maioria das propostas, ou seja, não será especificado formato definido de execução. Nesses casos, serão aceitos quaisquer projetos que tenham relação direta com a manifestação artística citada no referido edital.

Leia Também:  Após apresentação de manifestações divergentes da Fecomércio/MT, PL’s são rejeitados

O maior de todos os editais será o MT Nascentes, que contempla todas as áreas, segmentos e linguagens. Com investimento de mais de R$ 13 milhões, a publicação vai selecionar 390 projetos.  Artes cênicas e visuais, literatura, música, artesanato, patrimônio histórico e culturas de matrizes africanas, urbanas e LGBTIA+ estarão acolhidas no edital, que contará ainda com ações formativas, implantação e revitalização de bibliotecas comunitárias, além de produções audiovisuais.

Para homenagear personalidades culturais mato-grossenses, o edital Conexão Mestres da Cultura une pesquisa, registro histórico e conceito de transmídia. Serão selecionados 60 projetos que incluem o pagamento obrigatório ao mestre referenciado ou ao detentor de direitos quando In Memoriam.  A homenagem poderá ser contada em diversas plataformas com a produção do conteúdo em no mínimo duas mídias diferentes.

Na área de economia criativa haverá um edital específico que vai impulsionar projetos de criação e desenvolvimento de produtos, serviços e processos inovadores em Mato Grosso. Serão selecionados 30 projetos divididos em mundo das artes, negócios digitais e criações funcionais.

Leia Também:  Festival de Música da Nacional FM tem recorde de inscrições

Já o edital Conexão Cultura Jovem visa fomentar práticas de educomunicação em comunidades. A seleção vai beneficiar cinco projetos de instalação e gestão de laboratórios de comunicação e cultura.

Mostras e festivais são contemplados no edital que vai selecionar 30 projetos de diferentes categorias.  Nessa seleção pública, o objetivo é promover festivais, mostras, exposições coletivas, seminários, festividades e atividades formativas, abrangendo ações com e sem edições passadas. A execução poderá ser online ou presencial.

Poderão se inscrever nas seleções públicas pessoas físicas e jurídicas com ou sem fins lucrativos, desde que domiciliados no estado nos últimos seis meses.

Os editais completos serão lançados até a próxima semana. Para oferecer mais informações que possam ajudar na estruturação antecipada dos projetos, a Secel realiza uma transmissão ao vivo pelo facebook nesta sexta-feira (23.10), às 16h.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ARTE & CULTURA

Atletas do Jiu-Jitsu Rotam da PM são contemplados com bolsa atleta do Governo de Mato Grosso

Publicados

em

Esta semana, atletas do projeto social Jiu-Jitsu Rotam da Polícia Militar foram contemplados com o apoio financeiro do Programa Bolsa Atleta do Governo do Estado. Com o recurso, Felipe Leonardo Costa Lima, de 17 anos, e Lucas Santana Nascimento, de 16 anos, poderão custear suas atividades esportivas.

Pela primeira vez, alunos atletas do projeto da PM desenvolvido pelo Batalhão Rotam foram aprovados e conquistaram o aporte financeiro do programa.Felipe Leonardo, que é faixa azul, está no Jiu-Jitsu Rotam há seis anos, é um dos alunos mais antigos do projeto e  já coleciona inúmeras vitórias no tatame.

Somente no ano de 2019, o jovem venceu quatro  das seis lutas em que participou. Mesmo diante de um ano pandêmico, Felipe não parou de treinar, a dedicação ao jiu-jitsu levou o atleta  mais uma vez a subir ao pódio; o atleta conquistou medalha de ouro  no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE), em São Paulo.

Atleta faixa azul, Lucas Santana do Nascimento está no projeto social da Rotam há três anos e já venceu competições importantes como Abu Dhabi Jiu- Jitsu PRO AJP e o primeiro lugar do Campeonato Estadual de Jiu-Jitsu.

Leia Também:  Polícia encontra relatório com 30 músicas inéditas de Renato Russo

Com o aporte financeiro, os dois jovens moradores  do bairro Dom Aquino, na capital, poderão custear uniformes, materiais esportivos, transporte, alimentação, suplementação para alta performance, hospedagem para participar das competições, entre outras necessidades.

O Programa Bolsa Atleta da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer garante benefício financeiro com valores entre  R $250 a R$1,6 mil  pelo período de 12 meses. Mais dois atletas do projeto da Polícia Militar já estão na lista de espera para serem contemplados com o benefício. Para que os atletas fossem selecionados tiveram que preencher vários requisitos, onde foi elaborado currículo individual com todas as conquistas de cada participante.

Projeto Jiu-Jitsu Rotam

O projeto Jiu-Jitsu Rotam é coordenado por policiais militares e atende cerca de 200 crianças e adolescentes de seis a 17 anos de idade. Por meio da prática esportiva, a PM busca atender famílias carentes  que através de aulas gratuitas de Jiu-Jitsu fomentam a importância do esporte e da cidadania, evitando a ociosidade.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA