Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

MT CRIATIVO

Plataforma digital para formação, criação e difusão das artes cênicas será lançada nesta terça-feira (23)

Publicados

em

Da RedaçãoCom Assessoria 

A plataforma 1º PISO, idealizada pelo In-Próprio Coletivo, será lançada na próxima terça-feira (23.11), às 19h, em uma live. A plataforma www.aprimeiropiso.com contempla a cadeia produtiva das artes cênicas em todas as etapas: da formação e criação, à conexão e difusão de artistas e trabalhos, independentemente de onde se localizam. O projeto foi selecionado no edital MT Criativo, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

O lançamento contará com a participação do ator e diretor Odilon Esteves e o tema “Territórios cênicos digitais: sobre atravessar fronteiras e criar comunidades”. Já é possível conhecer mais sobre a plataforma pelo perfil do Instagram @aprimeiropiso. Na rede social, uma minissérie de lives informativas é realizada diariamente até a data do lançamento.

O coletivo aposta na construção de um território virtual a partir da economia criativa e colaborativa. “Um único território que abriga várias frentes de trabalho para fazer as artes da cena acontecerem. A ideia é mediar uma rede de colaboradores capacitados para atender demandas específicas”, destaca a atriz e diretora de teatro Dani Leite.

Leia Também:  Prefeito dá posse a novos membros do Conselho Municipal do Turismo e reitera compromisso para criação de políticas públicas

Na prática, a 1º PISO funcionará como uma plataforma para realização de residências artísticas, consultorias, mentorias, cursos de curta duração e exibição de espetáculos para um público ávido por consumo e fruição de artes da cena. Oportunidades de formação e co-criação para artistas com trabalhos em diferentes fases de concepção.

“Chamamos a plataforma de 1º PISO como uma provocação ao encontro com nosso ‘chão’ de criação, esse lugar onde queremos pisar. É um espaço de incentivo à autoria artística”, complementa a atriz e iluminadora Karina Figueredo.

O projeto também publica um podcast quinzenalmente. O primeiro episódio de “O que POD o que teatro?”, com o tema “Criações em coletivo” e participação dos artistas conterrâneos Douglas Peron e Everton Britto, já está disponível no Spotify.

O catálogo virtual da 1º PISO deverá agregar múltiplas linguagens. Nele podem constar espetáculos de teatro, dança e circo, performances, desmontagens, documentários, shows, vídeos-dança, vídeos-arte e outras produções de curta, média e longa-metragem independente.

Agenda 2021

Em novembro e dezembro de 2021, a 1º PISO oferece uma programação gratuita com palestra, curso, bate-papo e exibição de espetáculo. A primeira temporada de apresentações fica por conta dos anfitriões do in-Próprio Coletivo, que exibem “Quando tudo era mar”.

Leia Também:  Alunos do Instituto Flauta Mágica realizam apresentação na Capital; veja vídeo

Já a primeira residência artística da plataforma terá o tema “Honestidade Artística” e será realizada por Neto Machado e Jorge Alencar, da Dimenti Produções Culturais (BA). Após um primeiro período de inscrições gratuitas, essa será a primeira ação paga na plataforma.

Serviço

Plataforma 1º PISO

Acesso: www.aprimeiropiso.com

Lançamento: 23 de novembro de 2021, às 19h

Agenda 2021: 24 de novembro a 15 de dezembro. Inscrições gratuitas.

Residência artística: 01 a 03 + 06 e 07 de dezembro.

Inscrições:

23 a 26/11 – Gratuito

27 a 29/11 – R$ 50,00 (50% de desconto)

30/11 a 01/12 – R$ 100,00

Informações: Instagram @aprimeiropiso

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ARTE & CULTURA

Festival integra pessoas com e sem deficiências em atividades paralímpicas neste sábado

Publicados

em

Na manhã do próximo sábado (04.12), pessoas com e sem deficiências se reúnem em 70 cidades de todas as regiões do País  na 3ª edição do Festival Paralímpico, promovido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Em Mato Grosso, o evento de inclusão será realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), das 7h30 às 11h30, no ginásio Dom Aquino, em Cuiabá.

Para promover a experimentação esportiva, serão oferecidas cinco opções de esportes adaptados: tênis de mesa, basquete em cadeiras de rodas 3×3, futebol de cinco, atletismo e ciclismo para cego. As atividades são abertas a todas as pessoas, com e sem deficiência.

“Queremos possibilitar que todos os participantes conheçam as limitações e dificuldades a serem superadas pela pessoa com deficiência”, explica o titular da Secel, Alberto Machado, o Beto Dois a Um.

Além de possibilitar integração e inclusão, as atividades têm o objetivo de iniciar os participantes no esporte por meio de práticas que simulam movimentos e objetos de modalidades paralímpicas. Haverá também mostras de produtos na área de saúde, como próteses e cadeiras de rodas.

Leia Também:  Maior encontro automobilístico do Brasil entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Várias instituições de assistência a pessoas com deficiência participam com a Secel do evento, como o Instituto dos Cegos do Estado de Mato Grosso (Icemat), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Associação Mato-grossense de Deficientes (AMDE), e representantes do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, dentre outras.

O Festival é uma iniciativa do CPB para celebrar o Dia Nacional do Atleta Paralímpico, 22 de setembro, mas por conta da pandemia de Covid-19, o evento foi adiado e acompanhará o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3 de dezembro).

Na edição deste ano, o evento obedecerá a todos os protocolos sanitários e deverá reunir 7 mil crianças nas 70 sedes.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA