Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

SANTOS DE CASA

Fotógrafos levam exposição inspirada em festas religiosas para “dentro da casa”

A exposição virtual é uma forma de levar a mostra para além do museu, proposta já presente desde a formulação do projeto aprovado pela Secel

Publicados

em

Chapada dos Guimarães seria o próximo destino da exposição Santos da Baixada. Mas, diante da situação de pandemia, a mostra que exibe registros belíssimos das populares festas de santo, está suspensa.

E como é tempo de acatar as orientações de autoridades de saúde que recomendam distanciamento social, os fotógrafos Luzo Reis e Antônio Siqueira decidiram levar a exposição para dentro da casa do visitante.

Desde o início desta semana, o acervo pode ser acessado em ambiente virtual, de qualquer lugar do mundo. Para quem não conseguiu visitar a mostra nas cidades de Rosário Oeste e Cuiabá, então, é uma boa pedida, já que Santos da Baixada está em cartaz no site oficial, o www.santosdabaixada.com.

De acordo com um dos idealizadores, Luzo Reis, a exposição virtual é uma forma de levar a mostra para além do museu, proposta já presente desde a formulação do projeto aprovado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT). A exposição virtual já era prevista para ocorrer após a circulação das exposições pelas cidades. Contudo, com a suspensão da circulação, decidiu-se adiantar esta etapa.

Foto Antonio Siqueira

A exposição virtual está disponível para acesso por computadores. Usuários de dispositivos móveis, como celulares e tablets, podem conferir a visita guiada, um vídeo que faz um percurso pela exposição com comentários, sonorização e audiodescrição, pensada especialmente para atender o público com deficiência visual, mas não apenas.

O fotógrafo recomenda aos visitantes seguirem a ordem sugerida, começando pela apresentação do projeto, procissões e rezas e cururueiros. Na sequência, são exibidos registros de símbolos importantes das festas de santo, como mastros, capelas, altares e oratórios. “Tem ainda, fotografias que revelam quais são as comidas típicas, danças, folclore e no tema ‘nosso povo’, exibimos fotos de personagens importantes durante todo o processo” explica.

Leia Também:  Inscrições para seleção de Pontos de Esporte e Lazer terminam na sexta-feira

“No projeto documental que realizamos, mostramos a relação do ribeirinho com o rio, as paisagens naturais, personagens do cancioneiro popular que além de morar na Baixada Cuiabana – boa parte deles na zona rural -, mantêm a devoção a santos, mantidas por suas famílias, por gerações e gerações”.

Em tempos de pandemia, em que muitas destas festas não puderam ser realizadas com fim de evitar aglomerações e conter o avanço do novo coronavírus, a exposição virtual é uma boa maneira de revivê-las.

Na realização do projeto, os fotógrafos visitaram diversas comunidades nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Rosário Oeste, Poconé, Bom Jardim (Nobres), Mimoso (Barão de Melgaço), Santo Antônio do Leverger, Nossa Senhora do Livramento e Chapada dos Guimarães.

Chapada dos Guimarães seria o próximo destino da exposição Santos da Baixada. Mas, diante da situação de pandemia, a mostra que exibe registros belíssimos das populares festas de santo, está suspensa.

E como é tempo de acatar as orientações de autoridades de saúde que recomendam distanciamento social, os fotógrafos Luzo Reis e Antônio Siqueira decidiram levar a exposição para dentro da casa do visitante.

Desde o início desta semana, o acervo pode ser acessado em ambiente virtual, de qualquer lugar do mundo. Para quem não conseguiu visitar a mostra nas cidades de Rosário Oeste e Cuiabá, então, é uma boa pedida, já que Santos da Baixada está em cartaz no site oficial, o www.santosdabaixada.com.

De acordo com um dos idealizadores, Luzo Reis, a exposição virtual é uma forma de levar a mostra para além do museu, proposta já presente desde a formulação do projeto aprovado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT). A exposição virtual já era prevista para ocorrer após a circulação das exposições pelas cidades. Contudo, com a suspensão da circulação, decidiu-se adiantar esta etapa.

Leia Também:  Iniciativa distribui livros e cestas básicas para trabalhadores da cultura

A exposição virtual está disponível para acesso por computadores. Usuários de dispositivos móveis, como celulares e tablets, podem conferir a visita guiada, um vídeo que faz um percurso pela exposição com comentários, sonorização e audiodescrição, pensada especialmente para atender o público com deficiência visual, mas não apenas.

O fotógrafo recomenda aos visitantes seguirem a ordem sugerida, começando pela apresentação do projeto, procissões e rezas e cururueiros. Na sequência, são exibidos registros de símbolos importantes das festas de santo, como mastros, capelas, altares e oratórios. “Tem ainda, fotografias que revelam quais são as comidas típicas, danças, folclore e no tema ‘nosso povo’, exibimos fotos de personagens importantes durante todo o processo” explica.

“No projeto documental que realizamos, mostramos a relação do ribeirinho com o rio, as paisagens naturais, personagens do cancioneiro popular que além de morar na Baixada Cuiabana – boa parte deles na zona rural -, mantêm a devoção a santos, mantidas por suas famílias, por gerações e gerações”.

Em tempos de pandemia, em que muitas destas festas não puderam ser realizadas com fim de evitar aglomerações e conter o avanço do novo coronavírus, a exposição virtual é uma boa maneira de revivê-las.

Na realização do projeto, os fotógrafos visitaram diversas comunidades nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Rosário Oeste, Poconé, Bom Jardim (Nobres), Mimoso (Barão de Melgaço), Santo Antônio do Leverger, Nossa Senhora do Livramento e Chapada dos Guimarães.

Serviço

Exposição Virtual Santos da Baixada

Em cartaz permanentemente no site oficial

O site foi pensado seguindo as diretrizes de acessibilidade, além de contar com o vídeo da visita guiada, uma das atividades educativas do projeto.

www.santosdabaixada.com

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ARTE & CULTURA

Inscrições para seleção de Pontos de Esporte e Lazer terminam na sexta-feira

Publicados

em

As organizações da sociedade civil que desenvolvem atividades esportivas continuadas de interesse social e coletivo têm até a próxima sexta-feira (07.08) para se inscrever no edital Pontos de Esporte e Lazer.

Com o objetivo de apoiar iniciativas que ajudam a efetivar o direito ao esporte e ao lazer, principalmente em comunidades e populações mais vulneráveis, a seleção pública vai contemplar 25 organizações com prêmios de R$ 15 mil para cada uma. O valor será disponibilizado em parcela única às instituições selecionadas.

Tanto as organizações que possuem espaço fixo para o desenvolvimento de suas atividades quanto as que não têm local predeterminado podem concorrer no edital. A principal exigência é que desenvolvam as práticas desportivas em suas comunidades há pelo menos três anos.

Para participar do processo de seleção, a organização deve preencher o formulário de inscrição informando principais ações realizadas, público beneficiado, estrutura física disponível para atividades, dentre outros esclarecimentos. Também é solicitada a apresentação de um plano de trabalho com descrição de objetivos, metodologia, equipe técnica  e prazo para a execução das atividades.

Leia Também:  Deputados defendem modelo de gestão emergencial para a Cinemateca

O edital com relação de requisitos e o anexos contendo formulário de inscrição,  modelos de plano de trabalho e declarações necessárias estão disponíveis em www.esportes.mt.gov.br/editais.

Áreas temáticas, regionalização e inclusão

O conceito é que os Pontos de Esporte e Lazer funcionem como um instrumento de articulação de ações e projetos já existentes nas comunidades, envolvendo áreas temáticas como: Esporte e Meio ambiente, Esporte Populares e Tradicionais, Esporte e Coletividade Esporte Inter-racial, Esportes indígenas, Esporte e infância e Esporte de Inclusão.

Para garantir a descentralização dos recursos e a redução das desigualdades regionais, o edital prevê que 60% dos projetos selecionados sejam de municípios do interior do Estado. Os outros 40% serão distribuídos entre os municípios da Região do Vale do Rio Cuiabá (Cuiabá, Várzea Grande, Nossa Senhora do Livramento e Santo Antônio de Leverger).

A seleção ainda buscará contemplar pelo menos uma organização que atue em projetos de práticas desportivas para Pessoas com Deficiência (PCD).

“Há muitos projetos sociais esportivos que podem receber esse fomento do governo estadual.  Há excelentes iniciativas acontecendo por Mato Grosso e, que agora, podem receber esse prêmio financeiro para continuar a levar cidadadania à população. Escolinhas de esporte que desenvolvem atividades no contraturno escolar e tantos outros projetos que ajudam na inclusão e na redução de riscos sociais por meio de práticas esportivas, por exemplo. “, ressalta o secretário adjunto de Esporte e Lazer da Secel, Jefferson Carvalho Neves.

Leia Também:  Inscrições para seleção de Pontos de Esporte e Lazer terminam na sexta-feira
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA