Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

MÃO NA MASSA

Em aula online, professor de história aposta em trabalho prático em argila

Publicados

em

As escolas da rede estadual não estão economizando tecnologia e imaginação nas aulas online. É o caso da Escola Estadual Coronel Ondino Rodrigues de Lima, localizada no município de Ribeirão Cascalheira (a 900 quilômetros a leste da Capital) que realizam oficinas em casa na aula de história utilizando a plataforma Microsoft Teams. Por meio de aula remota, os alunos fizeram um exercício prático reproduzindo um fóssil humano. A aula envolveu alunos do 1º ano do Ensino Médio.

Segundo o professor João Marcos, a aula consistiu na apresentação aos alunos do fóssil Luzia, o mais antigo encontrado na América do Sul, e que ajuda a perceber a história da habitação da América. Por meio do Teams, o professor iniciou um debate, por meio de uma roda de conversa. Em seguida, leu um texto sobre o fóssil.

Na sequencia, cada aluno assistiu ao filme “1492 A Descoberta do Paraíso”. Os estudantes receberam as imagens do fóssil e da estatueta, foram motivados a reproduzir, colocaram as mãos no barro.

Leia Também:  Anvisa discute fornecimento de anestésicos para internados

“Essa experiência foi essencial para compreendermos a importância da arqueologia no estudo da história e na construção da nossa identidade”, salienta o professor que ficou satisfeito com o resultado, mostrado pelos alunos pela plataforma e por fotos através do aplicativo WhtasApp.

No entendimento da assessora pedagógica de Querência, Gláucia Galvão Vieira, que atende a escola, mesmo em realidades distantes a quase 1.000 quilômetros da capital é possível fazer a diferença. A assessora lembra que essas práticas são provas que o novo normal é possível, que é possível levar a escola para dentro de casa.

“Nem mesmo uma pandemia fez com que nossos alunos parassem, e eles continuam se reinventando com o recurso que tem. Foi preciso uma situação atípica para aprendermos que a escola não é só prédio, que é possível estudar e trabalhar a distância”, comemora.

Para a assessora pedagógica, o desafio é imenso, mas graças ao envolvimento e comprometimento dos professores, alunos, pais, diretores e coordenadores que os alunos podem aprender neste formato emergencial.

Adilson Rosa | Seduc MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ARTE & CULTURA

Governo de Mato Grosso lança editais “Movimentar” para profissionais da cultura e do esporte

Publicados

em

O governador Mauro Mendes e o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), Alberto Machado, o Beto Dois a Um, lançam nesta terça-feira (15.06), às 15h, os editais “Movimentar”, que visam auxiliar financeiramente os setores de cultura, esporte e lazer durante a pandemia. Serão investidos R$ 2 milhões para contratação de atividades online a serem desenvolvidas pelos profissionais das áreas em todo o Estado.

O lançamento será transmitido pelas redes sociais do Governo de Mato Grosso e as perguntas deverão ser encaminhadas exclusivamente pelos grupos de WhatsApp, que serão abertos no momento do anúncio. Os questionamentos devem ter relação com o assunto.

Movimentar – Cultura

Na área cultural, serão selecionados 250 projetos com valor único de R$ 4 mil, totalizando o investimento de R$ 1 milhão.

As propostas contempladas englobam manifestações artísticas ou práticas culturais desenvolvidas nos segmentos de teatro, dança, circo, literatura, biblioteca, música, audiovisual, artes visuais, artesanato, povos e comunidades tradicionais, culturas LGBTQIA+, urbanas e negras e de matriz africana, patrimônio histórico, produção cultural e economia criativa.

Leia Também:  Senado inicia CPI da Covid e Câmara estarta reforma tributária a pedido de Bolsonaro

Movimentar – Esporte

Outros R$ 1 milhão serão investidos para fomentar ações desportivas, paradesportivas e de lazer. Cada proposta aprovada receberá R$ 2.500 para o desenvolvimento das atividades, contemplando no total 400 projetos.

Serão atendidos profissionais de educação física credenciados pelo Conselho Regional  (CREF-17), gestores esportivos e instrutores de dança e lutas. As propostas selecionadas abrangerão os segmentos de esporte de alto rendimento, saúde, recreação e lazer, esporte de inclusão, esporte educacional, ações formativas e política de gestão e administração esportiva.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA