Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

FOMENTO À LEITURA

Contemplados no edital de Literatura Estevão de Mendonça começam a receber premiação

Publicados

em

Dando prosseguimento à promoção do livro e da leitura em Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) começou a pagar os premiados no edital de Literatura Estevão de Mendonça. Foram contemplados 30 projetos, sendo 17 obras de literatura, em que constam poesia, prosa, juvenil, infantil e revelação, e mais 13 projetos de fomento à leitura nas categorias de contador de história, mediador de leitura, formação de mediadores e oficina literária.

“Com esse edital, o governo de Mato grosso beneficia a cadeia produtiva da literatura no estado e agora, com a liberação dos recursos para pagamentos, assegura seu cumprimento ainda neste ano, apesar da calamidade pública provocada pela pandemia. É um movimento muito importante que valoriza tanto o escritor quanto o leitor mato-grossense”, destaca o titular da Secel, Alberto Machado.

Cada proponente de obra literária selecionada recebe R$ 30 mil e, para cada um dos contemplados com projetos de fomento à leitura, o valor é de R$ 10 mil, totalizando pouco mais de R$ 600 mil em investimento do Estado. Após o recebimento do recurso financeiro, que está sendo depositado em parcela única, os autores premiados terão 90 dias para executar as ações acordadas em edital.

Leia Também:  Evento online promove debate sobre a posição das mulheres nas artes

Para as obras de literatura, as contrapartidas incluem a impressão de, no mínimo, dois mil exemplares e ações de divulgação, com palestra, roda de conversa ou oficina gratuita, em bibliotecas públicas do estado. Já para os projetos de fomento à leitura estão previstas capacitações, mediações e performances que divulguem livros e a cultura popular mato-grossenses.

Os pagamentos estão sendo liberados à medida que os contemplados finalizam o processo de formalização do termo de concessão do auxílio. Suspensa por um breve período logo após a publicação do resultado final devido à pandemia, a formalização inclui a apresentação de documentos e assinatura do autor do projeto.

Contemplada na categoria revelação com a obra “Como Pássaros em Céu de Aruanda”, a artista visual Paty Wolf, concluiu e assinou a formalização nesta semana. Para ela, a premiação é um estímulo para se aperfeiçoar na trajetória da escrita.

“Quando vi que havia sido selecionada, fiquei super feliz e entendi que estou no caminho, que só preciso me aprimorar, até desandei a fazer cursos de escrita. Eu comecei a escrever com a maternidade há um ano, já tinha vários contos prontos quando o edital saiu, eu só caminhei para melhorar e falei vou participar, vou com tudo”, revela escritora estreante.

Leia Também:  Secretaria publica regras de eleição de suplentes no Conselho Municipal de Política Cultural

Como programado no edital, os recursos foram descentralizados, de modo a garantir também a participação dos municípios do interior do estado na premiação. Além de Cuiabá, os trabalhos contemplados estão distribuídos entre os municípios de Chapada dos Guimarães, Rondonópolis, Primavera do Leste, Tangará da Serra, Pontes e Lacerda e Barra do Garças.

A lista de premiados, que contém informações do projeto, autor, categoria e município, está disponível no site cultura.mt.gov.br/editais. Link AQUI.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ARTE & CULTURA

Carlina Jacob é nova secretária de Cultura de Cuiabá: ‘De tchapa e cruz’

Publicados

em

A produtora cultural Carlina Jacob foi anunciada hoje (18) como a nova secretária de Cultura de Cuiabá. Segundo o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), é uma cuiabana “de tchapa e cruz”, além de ter bom trânsito e articulação junto aos setores cultural e turístico da capital.

“É uma pessoa que tem grande penetração e ótima articulação no setor cultural da capital. Se dedica há décadas à cultura e ao turismo em Cuiabá. Uma cuiabana ‘de tchapa e cruz’, da minha relação pessoal, inclusive amiga pessoal minha e da minha família”, anunciou o gestor.

O prefeito explicou que Carlina se encaixa em um novo perfil de gestão que ele quer dar à pasta da Cultura, um perfil mais empreendedor.

“É um perfil diferente que quero dar à pasta: além da valorização dos artistas, valorização do setor cultural, ela, como produtora cultural do setor executivo, tem um perfil maior de execução, de engajamento para buscar apoio em Brasília, com autoridades municipais, estaduais ou federais. Quero agregar à pasta um perfil mais de empreendedor e isso Carlina Jacob também traz. Então, é uma indicação técnica, política e pessoal de uma grande companheira, uma grande amiga, que tem uma ótima relação com setor cultural cuiabano”.

Leia Também:  Debate destaca necessidade de investimentos sociais para evitar cooptação de crianças e adolescentes

Empresária e promotora de eventos de sucesso em Cuiabá, é dona da empresa Carlina Promoções e Eventos. Segundo Pinheiro, foi também uma das maiores defensoras de sua reeleição e, quando surgiram boatos de que extinguiria o Conselho de Cultura durante a campanha, ajudou a provar que eram ‘fake news’.

“Fez a defesa da nossa gestão e, desde o primeiro turno, foi uma grande companheira e uma grande guerreira em defesa da nossa candidatura à reeleição. Liderou o movimento contra a extinção do Conselho Municipal de Cultura, quando esse absurdo veio à tona durante a campanha eleitoral”, explicou.

O grupo RDM deseja sucesso nessa empreitada para profissional de grande reconhecimento em todo Estado. E nos colocamos em plena disposição para contribuir com o setor cultural. 

Por: UNICANEWS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA