Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

SOLIDARIEDADE

Bazar Solidário Presencial da Assembleia social será dia 1º de dezembro

Publicados

em

O tradicional Bazar Solidário da Assembleia Social, depois de várias adaptações em 2020 e 2021, retorna ao formato presencial e já tem data e local: dia 1º de dezembro, a partir das 9 horas, no foyer do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros (anexo da Assembleia Legislativa de Mato Grosso), com peças a partir de R$ 2,00. Nesta edição, toda a renda será revertida para as Obras Sociais Mãe Zeferina.

O Bazar da AL Social é um completo ciclo de solidariedade: a sociedade doa peças, a equipe da Assembleia Social higieniza e coloca à venda, a população compra a baixo custo, todo o dinheiro é revertido a uma entidade filantrópica e ainda gera um segundo projeto, o Guarda-Roupa Solidário, que repassa à comunidades em vulnerabilidade roupas, calçados, brinquedos e acessórios fora dos padrões de comercialização.

São vendidos, novos e usados, de todos os tamanhos, para adultos e crianças, roupas, calçados, acessórios, brinquedos, artigos de decoração e utilidades do lar.

“Nosso bazar é um de nossos maiores projetos, pois convida a todos a renovar a energia de casa, desapegar, desenvolver o consumo consciente e a consciência ambiental, além de exercer a solidariedade, é claro. E, nesta edição, o recurso arrecadado vai chegar às Obras Mãe Zeferina, que desenvolvem um importante trabalho com as famílias e as crianças do Parque Geórgia e região”, contextualizou a diretora da Assembleia Social, Daniella Paula Oliveira.

Leia Também:  Importação de arroz deve provocar queda no preço do prodiuto nas próximas semanas

O formato presencial compõe um planejamento de retorno gradual das atividades e, para resguardar os compradores, haverá controle de número de pessoas presentes ao mesmo tempo. “Em razão da cobertura vacinal, estamos retornando com nossas atividades aos poucos, sempre preocupados com a segurança dos envolvidos. Por isso, haverá pontos com álcool em gel e o uso da máscara seguirá obrigatório”, explica Daniella Paula.

Mais informações, pelos telefones (65) 3313-6994 (Assembleia Social) ou 9 9219-0286.

Doe! – Para aumentar o número de peças disponíveis para venda, ampliar a variedade de produtos, a Assembleia Social segue arrecadando doações. Os interessados podem chamar no (65) 9 9219-0286 para agendar retirada (em grande quantidade) ou procurar a Assembleia Social (sala 113 da ALMT), em horário comercial, para doar.

São aceitas roupas, calçados, acessórios (adultos e infantis), brinquedos, decoração e utilidades domésticas, novos ou usados, sempre em boas condições.

Entidade contemplada – As Obras Sociais Mãe Zeferina atendem no bairro Parque Geórgia, região periférica de Cuiabá, com acolhimento de 60 famílias, repassando alimentos e outras doações, além de manter o Educandário Mãe Zeferina, com cerca de 100 crianças matriculadas, do Jardim I até o 5º ano do Ensino Fundamental.

Leia Também:  Dia Mundial do Lúpus conscientiza população sobre doença crônica 

A instituição é uma entidade civil e sem fins lucrativos. Foi fundada em agosto de 2007, com o objetivo de prestar assistência social gratuita a crianças, jovens e adultos, sem distinção de cor, raça, credo político ou religioso.

SERVIÇO

Bazar da Assembleia Social

Instituição beneficiada: Obras Sociais Mãe Zeferina

Roupas, calçados e acessórios, adulto e infantil, brinquedos, artigos de decoração e utilidades do lar, novos e usados

Data: 1º de dezembro, a partir 9h

Local: Foyer do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros (Teatro da Assembleia)

Doações: entregar na Assembleia Social (sala 113 da ALMT) ou agendar retirada pelo telefone (65) 9 9219-0286

Informações: (65) 3313-6994.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ARTE & CULTURA

Festival integra pessoas com e sem deficiências em atividades paralímpicas neste sábado

Publicados

em

Na manhã do próximo sábado (04.12), pessoas com e sem deficiências se reúnem em 70 cidades de todas as regiões do País  na 3ª edição do Festival Paralímpico, promovido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Em Mato Grosso, o evento de inclusão será realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), das 7h30 às 11h30, no ginásio Dom Aquino, em Cuiabá.

Para promover a experimentação esportiva, serão oferecidas cinco opções de esportes adaptados: tênis de mesa, basquete em cadeiras de rodas 3×3, futebol de cinco, atletismo e ciclismo para cego. As atividades são abertas a todas as pessoas, com e sem deficiência.

“Queremos possibilitar que todos os participantes conheçam as limitações e dificuldades a serem superadas pela pessoa com deficiência”, explica o titular da Secel, Alberto Machado, o Beto Dois a Um.

Além de possibilitar integração e inclusão, as atividades têm o objetivo de iniciar os participantes no esporte por meio de práticas que simulam movimentos e objetos de modalidades paralímpicas. Haverá também mostras de produtos na área de saúde, como próteses e cadeiras de rodas.

Leia Também:  Restaurante aposta em sabores internacionais para atrair cuiabanos

Várias instituições de assistência a pessoas com deficiência participam com a Secel do evento, como o Instituto dos Cegos do Estado de Mato Grosso (Icemat), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Associação Mato-grossense de Deficientes (AMDE), e representantes do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, dentre outras.

O Festival é uma iniciativa do CPB para celebrar o Dia Nacional do Atleta Paralímpico, 22 de setembro, mas por conta da pandemia de Covid-19, o evento foi adiado e acompanhará o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3 de dezembro).

Na edição deste ano, o evento obedecerá a todos os protocolos sanitários e deverá reunir 7 mil crianças nas 70 sedes.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA