Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

Agronegócio

Tecnologia é fator decisivo para o desenvolvimento do campo

Publicados

em

É o que defende a pesquisadora da Embrapa Daniela Bittencourt, que conversou com o programa Conexão Ciência sobre o tema.

A cientista foi uma das organizadoras do workshop “Estratégias para promover a inovação na agricultura familiar”, que contou com a participação de várias instituições e órgãos governamentais que atuam com pesquisa, extensão rural e políticas públicas voltadas a esse segmento. Segundo a pesquisadora, o objetivo do evento foi discutir estratégias que promovam a produção sustentável de alimentos, fibras e energias com foco sempre na agregação de valor e no acesso ao mercado para os produtos provenientes da agricultura familiar.

Durante a entrevista, Daniela frisou a importância da integração de todos os atores para promover a inovação tecnológica nesse setor. “A pesquisa, o ensino, a extensão rural e o governo devem estar integrados para fazer com que o avanço tecnológico chegue até esses produtores. Precisamos de políticas públicas que propiciem esse ambiente favorável para o desenvolvimento do espaço rural”, explicou.

A pesquisadora falou ainda sobre a oportunidade de mercado para esse segmento da agricultura que está crescendo cada vez mais. “O consumidor está mais exigente, não só com a questão da qualidade do produto, mas também com o impacto ambiental, se realmente o produto está sendo produzido de forma sustentável. O agricultor familiar tem uma conexão muito forte com a preocupação com o meio ambiente, e seus sistemas produtivos, de maneira geral, são sustentáveis”, comentou Daniela ressaltando que essa situação abre portas para produtos orgânicos, veganos e mais saudáveis.

Leia Também:  Aprosoja inicia coletas para pesquisa da qualidade de sementes de soja

 

Por:http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/tecnologia-e-fator-decisivo-para-o-desenvolvimento-do-campo-165140

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Prorrogada consulta pública sobre fitossanitários para agricultura orgânica

Publicados

em

Por

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) prorrogou por 90 dias o prazo da consulta pública sobre fabricação de produtos fitossanitários com uso aprovado para agricultura orgânica. A proposta de Instrução Normativa estabelece requisitos mínimos para a produção e para o aumento da segurança desse tipo de insumo dentro das propriedades agrícolas. O prazo para o recebimento das sugestões havia terminado em julho.

Entre as inovações que a norma propõe está a classificação do risco das atividades de produção de fitossanitários para agricultura orgânica. Também está prevista a obrigatoriedade de assistência técnica ou capacitação dos produtores rurais para poderem fabricar para uso próprio, além da exigibilidade de itens de rastreabilidade aos sistemas de produção para uso próprio.

A norma prevê ainda publicação de Manuais de Boas Práticas de Fabricação, que serão elaborados pela Embrapa, para cada tipo de agente microbiológico.

As sugestões encaminhadas anteriormente por meio do Sistema de Monitoramento de Atos Normativos (Sisman) serão consideradas.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cuiabá recebe a 16ª Semana Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA