Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

SAFRA

Estiagem pode ter apodrecido vagens de soja em Mato Grosso

Publicados

em

A previsão de colheita recorde de 127 milhões de toneladas de soja na safra 2020/2021 enfrenta um obstáculo. Observado desde a safra anterior, o apodrecimento de vagens no Mato Grosso intensificou-se nesta safra, segundo comunicado da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Em comunicado recente, a Embrapa advertiu que o problema, que pode reduzir a produtividade em até 20%, concentra-se nos municípios de Sorriso, Ipiranga do Norte e Tapurah. Em parceria com outras instituições e empresas, a Embrapa está pesquisando as causas do apodrecimento das vagens, mas adverte que a questão pode estar ligada à estiagem e às altas temperaturas ocorridas no segundo semestre de 2020.

Segundo a Embrapa, a hipótese para a causa do apodrecimento das vagens, que resulta em grãos enrugados, está ligada ao ambiente desfavorável para o crescimento da lavoura. No fim de setembro e no início de outubro, boa parte da região central do Brasil registrou uma onda de calor com temperaturas recordes em vários estados.

“Diante das observações e análises realizadas até o momento, a hipótese da causa do apodrecimento de vagens está ligada a um conjunto de fatores relacionados ao ambiente desfavorável e à sensibilidade de determinadas cultivares. O ambiente desfavorável trata-se, muito provavelmente, de estresses térmicos, com elevadas temperaturas, associadas com déficit hídrico”, destacou o comunicado da Embrapa.

Leia Também:  A partir de 2021, Chile terá que aumentar controle fitossanitário de maçã exportada ao Brasil

O órgão também investiga a hipótese de que o apodrecimento seja provocado por fungos, mas as investigações não demonstraram causa direta. Isso porque os pesquisadores encontraram diversidade de fungos, tanto em vagens boas como apodrecidas, e porque muitas áreas em que o problema foi detectado foram submetidas a aplicações de fungicidas, sem prejuízo para as folhas.

“Muitas áreas com apodrecimento de vagens são expostas a aplicações regulares de fungicidas e apresentam boa sanidade foliar. Até o momento, não há evidências de que o problema seja decorrente de ataque de uma nova doença”, destacou a Embrapa em comunicado.

A pesquisa nas lavouras afetadas consiste em identificar os fitopatógenos (agentes causadores de doenças), em avaliar a nutrição das plantas na ocorrência da anomalia e em observar as relações entre o teor de lignina nas vagens e o enrugamento dos grãos.

Por enquanto, o problema parece estar regionalizado e sem ameaçar a colheita em nível nacional. Em dezembro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estimou que a produção de soja crescerá 6,3 milhões de toneladas (5,1%) na safra 2020/2021 em relação à safra anterior.

Leia Também:  Balança comercial tem superávit recorde de US$ 5,178 bilhões em setembro

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agronegócio

Cotações de milho voltam a recuar

Publicados

em

O mercado de milho na B3 de São Paulo fechou em queda generalizada, por tomada de lucros natural depois de quatro sessões seguidas de alta, segundo informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Com isto, a cotação de março fechou em queda de R$ 0,64 no dia, mas alta de R$ 1,62 na semana a R$ 88,28; a de maio recuou R$ 0,48 no dia, mas avançou R$ 2,62 na semana para  R$ 88,58 e a de julho recuou R$ 0,54 no dia, mas avançou R$ 3,26 na semana para R$ 83,35”, comenta.

“Este recuo natural de tomada de lucros pelos investidores não retirou o viés de alta do aspecto fundamental do milho a médio e longo prazos. Mesmo com o aumento da disponibilidade nos estados do Sul, com a colheita da safra de verão e dos washouts feitos com alguns lotes de exportação do RS, que estão fazendo as cotações andarem de lado em fevereiro. O único movimento contrário é o próprio nível do preço, que começa a fincar insustentável para os consumidores finais, principalmente de ovos e leite, que não podem repassar os ganhos cambiais das carnes.”, completa.

Leia Também:  Os novos desafios para os prefeitos eleitos de Mato Grosso

Já o milho em Chicago teve variações mistas. “No Brasil, o plantio de Safrinha estaria avançando, mas com atrasos em Mato Grosso. As tarefas teriam coberto 54% contra 80% da média nas campanhas recentes. A China teria como objetivo elevar a área semeada, mas dificilmente conseguiria reverter o déficit interno. Os Fundos estariam desarmando posições novamente”, indica.

“No fechamento, o contrato de março estava mudando de mãos a $ 5,522/bu, queda de $ 0,024/bu no dia, com o contrato de maio sendo negociado a $ 5,44/bu, queda de $ 0,056/bu. Sem avisos de vendas de exportação para pontuar o final da semana nos EUA, e com a valorização do dólar prejudicando ainda mais as novas esperanças de exportação dos EUA, os Fundos procuraram vender mais”, conclui.

 AGROLINK –Leonardo Gottems

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA