PM capacita líderes comunitários para atuar na prevenção à criminalidade

0
32

A Polícia Militar, por meio da Coordenadoria de Polícia Comunitária e Direitos Humanos (CPCDH/PMMT), realizou nos dia 29 e 30 de agosto a capacitação de integrantes de conselhos comunitários de segurança de Cuiabá e Várzea Grande para que possam atuar como multiplicadores no 2º Ciclo de Palestras sobre Polícia Comunitária e Direitos Humanos.

Entre os temas abordados estão Violência Doméstica, explicita ou velada, praticada dentro de casa ou ambiente; Tráfico de Pessoas, esse com explanação sobre tipos e modalidades, como ocorre, motivação, prevenção e repressão.

Outros assuntos foram: Gravidez Precoce, casos e campanhas de prevenção de esclarecimentos junto aos jovens; Bullyng, discutido em vários aspectos buscando soluções de prevenção nas escolas; Drogas Lícitas e Ilícitas, cuja abordagem priorizou os esclarecimentos dos efeitos nocivos à saúde, os vários tipos de drogas, legais e ilegais, seguindo com explanação da prevenção e repressão do uso das drogas, e Roubos e Furtos, uma exposição de vários casos ocorridos, meios de prevenção e a repressão.

Também foram abordados os Crimes Virtuais enfocando a modalidade ‘Baleia Azul’, praticados pelas redes sociais principalmente contra o publico jovem. Esse crime vem repercussão mundial especialmente por gerar inúmeros casos de suicídio.

Estiveram presentes representantes dos Consegs do Jardim Vitória, Pedra 90, Beira Rio, Moinho, São João Del Rey, Tijucal, Parque Cuiabá, Lixeira, Paiaguás e área Central de Várzea Grande, além de policiais militares das respectivas áreas de atuação.

Compareceram policiais do 1°BPM, 3°BPM, 9°BPM, 10°BPM e 24°BPM, do 1°Comando Regional, e as unidades do 4° e 25° BPM, ambos do 2° Comando Regional de Várzea Grande.

O 2° Ciclo de Palestras sobre Polícia Comunitária e Direitos Humanos, que acontecerá entre os meses de setembro e novembro deste ano, em Cuiabá e Várzea Grande, tem como um dos objetivos a melhoria da qualidade do atendimento, fortalecimento e maior aproximação do cidadão nas ações preventivas de segurança pública.

E ainda, proporcionar a atuação conjunta dos integrantes da CPCDH/PMMT, Bases Comunitárias e Consegs do 1°CR e 2°CR visando a consolidação do conceito de Polícia Comunitária e maior interação entre a instituição e a comunidade na identificação e enfrentamento dos problemas de segurança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here